Faça sua reclamação sobre uma empresa, loja ou serviço!

Ouvidoria CVC – Telefone, Reclamação

Certamente você já teve acesso a algum dos serviços oferecidos pela CVC e se não teve, no mínimo já ouviu alguém mencionar sobre os serviços e benefícios oferecidos pela empresa. 

Ouvidoria CVC

Se está tendo algum problema com algum serviço da CVC, disponibilizamos telefones, e-mail, sac e reclamações na Ouvidoria CVC.

São diversos os benefícios oferecidos pela CVC, que é considerada uma das maiores empresas de turismo especializada em venda de pacotes de viagens para todo. Seus serviços incluem não apenas a hospedagem, mas também a compra das passagens aéreas para levar os clientes até o destino escolhido..

Fale Conosco, SAC e Atendimento CVC

Ao se tornar cliente CVC, você terá todo o suporte para ter um excelente serviço de turismo, com diversos meios de contato e telefones divididos para um atendimento mais personalizado, conforme a necessidade de cada cliente:

Televendas e pós-vendas: 3003 9282 / 11 2191 8790. Horário de atendimento: de segunda a sexta feira, das 8h às 22h; sábado, 9h às 21h; domingo e feriados, das 10h às 21h.

Formulário: acesse o endereço https://www.cvc.com.br/atendimento/fale-conosco.aspx e preencha o formulário disponibilizado para os consumidores.

Twitter: https://twitter.com/cvcviagens

Instagram: https://www.instagram.com/cvcviagens

Se for da preferência do cliente, o contato também pode ser efetuado através da conta do Facebook e tudo em um só clique no ícone da rede social que fica na página princial da CVC (https://www.cvc.com.br/), após rolar a página até o final.

O SAC CVC oferece telefones para atendimento rápido e eficiente para solucionar os problemas apresentados pelos clientes, tirar dúvidas e receber elogios:

11 2191-8789 (grande São Paulo)

0300 789 8989 (demais localidades)

Horário de atendimento: de segunda a sexta feira, das 8h às 20h; sábado, 9h às 13h.

Telefone, Email Ouvidoria CVC

Tornando mais completo o serviço de atendimento ao cliente, a empresa disponibiliza diversos telefones CVC para cada tipo de serviço ofertado, e de acordo com as localidades onde residem os clientes, além de suas necessidades, como já informado anteriormente.

Para os clientes, os telefones para contato servem para consultas, informações, elogios, reclamações e cancelamentos, tornando o atendimento completo. Os não clientes também podem obter informações através do SAC para esclarecer dúvidas antes de contratar algum serviço ou comprar pacotes de viagem.

A CVC não possui uma Ouvidoria. Eventuais reclamações devem ser efetivadas diretamente em um dos canais já informados anteriormente. A empresa possui uma equipe treinada para solucionar todas as possíveis falhas na prestação de serviços.

Se você ainda não é cliente, a CVC ainda traz a facilidade de poder conhecer, contratar serviços ou adquirir produtos diretamente pela internet, no site oficial informado.

Telefone de Reclamação CVC

Reclamação CVC

Como toda grande empresa, a CVC também possui problemas e tenta, diariamente, superá-los para melhor atender seus clientes. A participação destes de forma mais ativa, relatando as falhas para que possam ser rapidamente resolvidas é a forma de fazer com que a equipe da empresa trabalhe mais ativamente para oferecer o que há de melhor em serviços de vendas de pacotes turísticos.

Sua maneira de agir é que traz confiança ao cliente que, sabendo das possíveis falhas em uma prestação de serviços, irá contratar com a empresa ciente de que, qualquer que seja a adversidade, a CVC estará pronta para rapidamente resolver.

 


80 Reclamações

Joelma · 6 de dezembro de 2019 às 01:00

Bom dia. Eu comprei um pacote de viagem pela CVC para ir em Maio para Bahia e não pude viajar por que a companhia de aviação Avianca deu falencia. E até o presente momento não tive estorno no meu dinheiro que seria em 120 dias.
Estou até agora sem nenhuma devolutiva. Preciso do meu dinheiro pelo amor de Deus.

Se não me devolver numa boa, estarei procurando meus direito junto ao PROCON.

Att:

Dayana · 26 de novembro de 2019 às 18:55

Boa noite!
Fiz uma viagem a Porto Seguro, no mês 7, onde me venderam uma festa que não existia no local.
Pedi o reembolso e a CVC diz que foi feita, pedi um comprovante de pagamento a mais de 20 dias e não consigo ter retorno. E até o presente momento não consta o reembolso em minha conta.
Você liga e ninguém pode te ajudar a resposta é sempre a mesma iremos enviar o comprovante por email é só aguardar.
Só que acho que todo mês o dinheiro está na conta.
Pedi o protocolo para a funcionara da Carolina a mesma me informou 111857653, onde liguei depois de 15 dias e fui informada que não existe um número de protocolo desta forma.
Você não consegue ter um retorno da CVC e quando liga ainda é enganada, não esperava isso de uma empresa tão grande.

Aline da Silva couto · 21 de novembro de 2019 às 23:50

Final da libertadores um sonho que virou pesadelo.Gostaria de reclamar a falta de compromisso com o planejamento de um casal que irá para Santiago assistir a final da libertadores.
Assim que a CONMEBOL se pronunciou que o jogo seria em Lima a CVC do shopping grande Rio no RJ, não me ligou em momento algum para falar da modificações, eu insistentemente consegui com que trocassem o vôo para lima, conforme a CONMEBOL havia feito e dito que haveria uma ajuda de multa. A CVC , ou seja a vendedora Natália me cobrou mais 1 300,00 que foram depositados na conta da mesma para troca de vôo. Ficaria 4 dias em Santiago, reduziram para dois em Lima. Já com as bagagens feitas as 22:31 recebi um telefonema que o meu vôo não sairia a hora prevista e que eu teria que esperar mais 4 horas. Gostaria da ajuda da CVC afim de sanar meu prejuízis junto a CVc

Aline da Silva couto · 21 de novembro de 2019 às 23:49

Gostaria de reclamar a falta de compromisso com o planejamento de um casal que irá para Santiago assistir a final da libertadores.
Assim que a CONMEBOL se pronunciou que o jogo seria em Lima a CVC do shopping grande Rio no RJ, não me ligou em momento algum para falar da modificações, eu insistentemente consegui com que trocassem o vôo para lima, conforme a CONMEBOL havia feito e dito que haveria uma ajuda de multa. A CVC , ou seja a vendedora Natália me cobrou mais 1 300,00 que foram depositados na conta da mesma para troca de vôo. Ficaria 4 dias em Santiago, reduziram para dois em Lima. Já com as bagagens feitas as 22:31 recebi um telefonema que o meu vôo não sairia a hora prevista e que eu teria que esperar mais 4 horas. Gostaria da ajuda da CVC afim de sanar meu prejuízis junto a CVx

Ana Lúcia · 19 de novembro de 2019 às 08:11

NÃO CONTRATEM A AGÊNCIA CVC – TRABALHAM COM A FALTA DA VERDADE PARA BENEFÍCIO PRÓPRIO
Contratei um pacote de viagem para o Chile, e de acordo, com os últimos acontecimentos neste país, inclusive com exposição dos fatos e acontecimentos em redes sociais e mídias públicas, estavam solicitando não viajar para este lugar, devido as manifestações, etc. Com isso, solicitei o cancelamento ou a mudança do trecho de meu pacote com a antecedência proposta e esta agência informou que fariam as validações de novos trechos e validaram novas data comigo.
Um dia antes da viagem, após diversas cobranças minhas, esta agência informou que não conseguiram fazer o cancelamento junto a companhia área GOL e que mesmo com o meu pedido de cancelamento ou ajuste do trecho esta agencia estaria emitindo o ticket de viagem, informei que não, e de novo, relembrei toda nossa conversa e coloquei que já havia até recebido ligações que iniciaria comigo as validações de datas para mudanças de trechos, portanto já era sabido pela agência que não mais haveria a viagem inicial contratada.
Após relembrar novamente todo meu caso a esta agência, um atendente me informou que definitivamente abriria um SAC interno, pois legou que seria o caminho mais rápido para resolver essa questão.
Aberto o SAC, nada adiantou, a resposta foi ainda mais absurda, a agência quer me cobrar a multa de 45% de terrestre e que o aéreo pode chegar até a 60%, que é um abuso, e se fossemos falar de multa, no contrato há uma multa de cancelamento que corresponde a 15%.
E um dia antes da viagem a agência enviou uma alternativa absurda falando que: as únicas opções, às 19:05, da noite de um dia anterior, seria viajar no outro dia ou deixar dar no show, e no dia seguinte, me enviam a noticia: – Olha deu no show. Que absurdo, um retorno tão ineficiente e que deixa o cliente desamparado, ou seja, esta agência deu um retorno não verdadeiro e que somente favoreceu a CVC, porque as multas de no show são altíssimas.
No final, eles estão invertendo a situação, alegando que eu “não compareci para o embarque”, e óbvio que eu não compareceria, pois já havia informado formalmente a situação enfrentada pelo Chile, razão do cancelamento de minha viagem e ou mudança do trecho.
Aproveito para colocar que sempre dei prioridade às minhas viagens por esta agência, mas não sei se é um problema da franquia, que ignorou todos meus pedidos, inclusive tenho os mesmos todos formalizados, a princípio se disponibilizaram a trocar o trecho, mas ao final, estão me persuadindo, informando que a culpa foi minha, porque não embarquei, e a questão, não é simplesmente que não compareci, sendo que esta agência já sabia que eu havia cancelado, que esta agencia estava me ligando para iniciar as tratativas de mudanças de trecho.
Agora o que quero é a restituição integral de meu dinheiro já descontado em cartão de crédito e que cessem as demais parcelas, porque afinal de contas, esta agência CVC está utilizando meu dinheiro em má fé, digo isso, pois tinham total ciência das condições que já estavam mapeadas e sendo tratadas por esta agência, do fato que não viajaria.

Absurdo!!

Vanessa Lopez Rodriguez · 17 de novembro de 2019 às 19:16

Em 01/03/2019 fechamos na cvc shopping bourbon Pompéia com o vendedor Carlos, uma viagem para Itália de 14/10 a 28/10.
Voo direto latam de Guarulhos para Roma, com hotel, passeio para coliseu e florença.
Em 29/07 enviamos uma mensagem via WhatsApp pedindo o código de reserva do voo, pois precisávamos para solicitar o chip internacional. Não tivemos resposta. Em 01/08 enviamos novamente o pedido, aí o Carlos respondeu, dizendo o código e que nosso voo havia sofrido alteração e que o supervisor iria nos ligar.
Não nos ligou.
Pesquisamos e verificamos que a latam não tinha mais voo direto.
Tínhamos fechado de Guarulhos para Roma para ser voo direto, pagamos mais caro para não termos que fazer escala.
O supervisor não nos ligou.
E a latam tinha feito nosso via de Guarulhos para Barcelona, e de Barcelona para Roma, perderíamos 1 dia.
eu e minha amiga analisamos, e nosso roteiro seria chegar em roam, pegar trem para florença.
Então como não existia mais voo direto, vimos que seria melhor fazer a escala em Barcelona Porém no lugar de ir para Roma ir para florença. E o voo de voltar, manteríamos conforme a latam fez. Estávamos cientes que talvez teria uma multa, pelo que vimos no site da latam, calculamos que a multa seria uns 1400,00 para as duas.
Já seria um absurdo pois pagamos em fevereiro mais caro por ser voo direto. Mas tudo bem.
Enviamos no dia 02/08 pedindo essa alteração. Dia 03/08 o Carlos disse que havia solicitado o novo valor para a mudança da latam. Disse também que a latam também poderia nos devolver o valor pago pelo voo, só que o valor que pagamos em 01/03, não daria para pagar um novo voo.
Daí dia 05, 06/08 perguntei se tinham resposta é nada.
Somente responderam dia 06/08 as 21:40 dizendo que o valor da multa seria de 8.857,86 por pessoa.
Esse valor é um absurdo, mais caro de que comprar novamente.
Sem condições.
Sinceramente foi um total descaso.
Outro detalhe que esqueci, antes da alteração tínhamos direito de escolha de assentos. E no voo de volta tivemos que pagar. Prejuízo, atras de prejuízo.

O passeio do coliseu seria nos pegar e nos devolver no hotel. Dia 22/10.
Em setembro a cvc nos ligou comunicando que no passeio do coliseu, não seríamos mais entregues no hotel, que largariam a gente lá no coliseu. Mais uma alteração
Ninguém nos ligou confirmando.
No horário estávamos na porta do hotel esperando, esperando, liguei no telefone que tínhamos nos voucher, e a atendente, disse que estava tentando localizar a van que iríamos nos buscar. Pegou meu telefone, e depois nos retornaria. Depois de alguns minutos ligou dizendo que estava trânsito e que iria mandar um táxi, para nos buscar. A empresa havia esquecido de nos.

Somos clientes dessa loja desde 2013, o vendedor Ângelo, sempre foi atencioso, o pós venda, sempre que precisamos dele, tínhamos o celular dele, nunca deixou de nos responder.
Essa loja perdeu muito depois que o Ângelo saiu.
Sinceramente foi um erro continuarmos indo lá.
Nunca mais iremos comprar lá.

Alterações, mudanças podem acontecer, porém é necessário dar aos clientes suporte, alternativas.
Uma viagem para a Europa, não é decidido de um dia para outro, precisa de um planejamento.
Vender é fácil, mas manter, fidelizar um cliente, precisa de um diferencial.
Resumindo nosso sentimento, descaso, , sem respaldo, abandono.

Letícia · 13 de novembro de 2019 às 06:01

Deixo aqui minha insatisfação referente a minha primeira viagem com a CVC. Fechei um pacote para Maceió que farei agora no dia 16/11. No dia que fui até a agência para fechar meu pacote, a vendedora me mostrou fotos de um hotel, o qual, me agradou pelas várias opções do mesmo. Também pela comodidade do hotel, fechei meu pacote. Quando peguei o Voucher, estava escrito o mesmo nome do hotel, porém uma linha inferior do que ela me havia apresentado nas fotos. Ao fazer contato, a mesma me informou que não havia mais vagas no hotel que ela tinha me mostrado e se caso tivesse eu teria que pagar a diferença dos valores. Minha indignação: Eu pago um pacote, achando que ficarei no hotel que foi me apresentado, a vendedora erra o hotel e me apresenta fotos de uma coisa e diz que paguei o preço do mais simples. E eu ainda tenho que arcar com as despesas da diferença de valores do hotel caso houvesse vaga naquele?
Lembrando que em nenhum momento ela foi mal educada, porém, causou-me descontentamento
suficiente para não mais optar por uma viagem pela CVC.

Maria Paula · 6 de novembro de 2019 às 17:21

CVC, após um problema em viagens empresariais fiquei anos sem adquirir pacotes com vocês, mas esse não resolvi dar uma chance, conhece o ditado se arrependimento matasse?
Sou uma profissional de marketing e preferi usar essa ferramenta de contato/relacionamento antes de fazer o que sei e tenho vontade nas redes sociais e gostaria realmente de um breve retorno.
Fui a CVC do Shopping Interlagos e fui atendida pelo Valfredo. O atendimento não foi ruim, mas pedi uma alteração na inclusão de mais uma pessoa no pacote. A partir desse momento, o funcionário e a gerente mal treinados fizeram uma super confusão, deram informações erradas e foram totalmente omissos. Decidi pagar e resolver porque queria uma viagem de PAZ. No dia que fui acertar o pacote extra todos se fingiram de mortos e quando eu sai “escutei” risadas da minha cara. Eles esperavam gritarias, mas eu tenho educação e a equipe de vocês (talvez pelo local) não tem a menor capacidade de avaliar o público alvo que está realizando a compra!
Eu nunca havia ido para Costa do Sauípe anteriormente, não sabia como funcionava e ninguém me explicou nada! O voo chegou bem antes do check-in do resort e eu estava com uma criança de 2 anos e uma idosa. Ninguém nos informou, nem no voucher, as alas do resort e sem perguntar, explicar ou avaliar o cliente nos colocaram na pior Ala, intitulada pelos hóspedes de “bandeijão do Sauipe”.
Perdemos o primeiro dia da viagem até entender a situação e pedir no hotel uma transferência de Ala. A Ala Agua que nos foi vendida sem prévia consulta ou explicação, era de longe o que gostaríamos. Quarto sujo (matamos duas baratas na entrada), cheiro de mofo, comida estranha, piscina lotada, suja, com cheiro azedo e funk no mais alto volume. Eu não tenho nada a ver com o hotel, quem manda, ou é o dono, tenho haver com a CVC que não treina seus funcionários e dá um atendimento medíocre aos seus clientes!
Já o Costa do Sauípe Resorts Premium que faz um cadastro descente e treina seus funcionários, logo percebeu o equívoco e nos passaram para um quarto na Ala Premium, extremamente diferenciada e a qual seu vendedor deveria ter apresentado.
Nos cobraram nessa troca, por conta do dano causado pela CVC, R$1000,00 a mais por pessoa para os 7 dias! O que é esse valor a mais nas parcelas que fechamos? Pouca diferença para deixar nossas férias como sonhamos e a CVC não teve a capacidade de vender.
Vou voltar para Sauípe? Sim! Viajar anualmente? Sim! Com qualquer empresa que não seja a CVC! Perdemos um dia, mas por estar acostumada com hotéis, consegui tornar minha viagem a melhor, o que não aconteceria se dependesse 100% de vocês. Imagina quem não consegue????
CVC Decepção!!!!!
Aguardo retorno, gostaria de evitar redes sociais, reclame aqui…etc.
Att.
Maria Paula Santos.

José WILLIAM LEITE OLIVEIRA · 4 de novembro de 2019 às 15:04

Firmei um contrato com CVC , com entrada por Amsterdã , queria deixar registrada minha insatisfação por esperar por 2 horas o transfer que havia comprado e ter saído do Brasil sem saber qual o hotel que deveria ficar hospedado. E registrar , a total falta de educação de uma senhora chamada Vitória , de origem colombiana ,que aos berros quis ainda me chamar atenção por estar esperando no Arrival 2, (e não no numero 1) aonde os guardas da aduana me encaminharam porque estava apenas com uma mala.Quero reportar que meus 64 anos nunca ninguém me dirigiu a palavra dessa forma grosseira, e injustificada. Considerando que o arrival 1 estava a poucos metros do numero 2 aonde eu aguardava e não ha avistei em nenhum momento, meu nome ou a empresa CVC, pelo período que esperei ,portanto acredito que se quer estava lá para me receber , no horário combinado. Lamento pela empresa. Ainda bem que contatei a empresa que me vendeu os serviços B-tour e por whatsapp, conseguiram entrar em contato com ela, e depois de 2 horas esperando ela se apresentou, dessa forma grosseira. Como impacto pelo inicio da viagem, adjetivo esse inicio assustador.
Quero acrescentar que as 2 senhoras espanholas de mesma nacionalidade que a minha provenientes da Galicia , também irão reclamar com relação a total falta de educação da mesma, com o atendimento com elas. Cito o nome, senhora Elvira e senhora Marili . Que me relataram a insatisfação e falta de atenção pela maneira como , também nos largou na porta do Hotel. Viajei ja pela CVC desde 1995. e nunca imaginei que seria recebido dessa maneira por uma funcionária de uma empresa terceirizada de vocês, de tão baixa qualidade profissional. De resto elogio as guias , Carla. que foi excelente, que deveria ensinar boas maneiras a senhora Vitória.Grato.

Karina Cristina da Silva · 1 de outubro de 2019 às 22:58

LATAM 01/10
K
KARINA CRISTINA
para mim
há 9 minutosDetalhes

Minha intenção neste relato é deixar claro minha TOTAL INSATISFAÇÃO com a EMPRESA LATAM AIRLINES/ESPÉCIE TOURS e com alguns de seus funcionários incapazes de passarem uma informação correta e/ou darem qualquer tipo de assistência ao passageiro que paga preços exorbitantes pelas passagens e mesmo assim são tratados com total descaso e sem a mínima boa vontade.
Vamos então aos fatos, comprei passagens um pacote da CVC com destino a Ilhéus para mim e minha família (total de 3 passageiros – sendo eu, meu marido e meu filho).
A compra foi realizada com a CVC através da Empresa de Turismo ESPÉCIE TOURS , empresa essa que já sou cliente a anos e nos é de total confiança, a qual nos atende em todas dúvidas, questionamentos e autorizações necessárias para o embarque.
Chegou então o dia tão esperado (01/08/2019) e seguimos com destino ao Aeroporto Internacional de Guarulhos,por volta das 10:15/11:00 horas chegando ao Aeroporto nos dirigimos ao guichê da empresa LATAM AIRLINES para fazermos nosso check in e despacharmos as malas.
O nosso Vôo era o LA 3408 com partida marcada para as 14:05 horas da tarde, sendo assim chegamos ao guichê da LATAM AIRLINES por volta das 10:40 /11:00 horas da manhã e apresentamos o Voucher, RGs , tudo em mais perfeita ordem.
por volta das 12:45 e encaminhamos para o embarque e seguindo o que estava registrado no papel que o embarque no portão 236 (contra fatos não há argumentos o que estava escrito)ok, sentamos enfrente da plataforma e aguardamos tinha pouco movimento mas não tinha nada informando (Não olhamos no monitor acreditamos no papel,Não foi anunciado nem pelo som e nem pelos colaboradores)e quando Já estava chegando perto do horário fomos atrás e aí já disseram que o voo já estava saindo…mas o avião nem tinha decolado,então fomos procurar informações ou nosso direito …Então o Sr.osmar nos encaminhou para o supervisor Felippe e Tamires que nos atendeu mas não informaram nada pois eles sabiam que tinham errado de não comunicar(nessa confusão ficaram 10 pessoas pra trás),No mesmo momento entrei em contato com meu agente de viagens (ESPÉCIE TOURS ) que informou que não tinha o que fazer pois eu que devo resolver ,aliás você opita de fazer o pacote pela CVC para não ter dor de cabeça e nem neste momento não tivemos suporte necessário neste momento tenso e nem nos orientou,pois a Adalgisa informou quem.,Fomos no guichê da LATAM AIRLINES e perguntamos o horário do próximo Vôo, no qual alegaram que seria no outro dia ,pois neste destino só ia uma vez por dia (ida e volta).Para aumentar nossa frustração fomos informados que o próximo Vôo no dia seguinte 02/08/2019,no mesmo horario.Não fomos só nos três ,tenho o telefone de dois casais que aconteceu isso,quando entramos em contato com a latam eles dizem que a agência que é responsável, procuramos a cvc e eles dizem que não é com eles e sim com a latam (e fica jogando um pro outro)E que eu que preciso correr atras ….precisamos do reembolso de almoço ,transporte de ida (pra casa)e volta (pro aeroporto)…(tenho fotos que comprova os horarios e cupom do almoço e transporte)…(O que aconteceu foi quem chegou primeiro eles colocaram na plataforma 236 e quem chegou depois foi na plataforma 224)
Tive que voltar a minha residência para embarcar no dia seguinte ,tive gastos : comida no aeroporto (almoço),uber ida (para voltar a residencia),uber volta(para voltar ao aeroporto no dia seguinte 02/08)
Apesar de todo stress e tensão, conseguimos embarcar e curtir as nossas férias, porém nada apagará a sensação de impotência com relação ao TOTAL DESCASO E FALTA DE PREPARO E TREINAMENTO DOS FUNCIONÁRIOS DA LATAM AIRLINES.
Além do desgaste emocional, fiquei por praticamente 7 horas nos Aeroporto para refazer as passagens do dia seguinte FALTA TOTAL DE RESPEITO DA LATAM AIRLINES
Perdemos 1 dia da diária do hotel;
Tivemos gastos exorbitantes com alimentação;
Além da questão emocional que não tem valor que pague.
E em nenhum momento alguém da LATAM AIRLINES se pronunciou ou veio nos dar suporte por um erro cometido por seus funcionários despreparados.
É um absurdo uma empresa deste porte tratar seus clientes desta forma e ter um Time na linha de frente TOTALMENTE DESPREPARADO, minha percepção é de que a LATAM AIRLINES não treina seus funcionários adequadamente, sem contar a má vontade do ser humano em tentar resolver a situação do passageiro, é muito mais fácil dizer que RESOLVA COM A AGÊNCIA NO QUAL VOCÊS COMPRARAM e deixar o passageiro totalmente no escuro.
*Tenho fotos que comprovam que estava no portão solicitado;
*Tenho fotos dos horários;
Passei o caso para o Hotel com a supervisora (não me recordo o nome) e atendente Lorena a mesma disse que pode nos dar mais uma diária,mas que era necessário transferir o vôo,liguei na agencia e me informei a Adalgisa disse que teria um custo (SÓ QUE NA VINDA NÃO TEVE CUSTO NÃO ALTERARAM SÓ O NOSSO ALTERARAM DE DEZ PESSOAS SEM CUSTO,ENTÃO NÃO FOI NOSSA CULPA ,CERTO?)
JÁ PASSOU 2 MESES E NADA DE RESOLVER ….Segunda especie tour tenho que resolver com a cvc , a cvc com a latam….

EXIJO DA LATAM AIRLINES UM POSICIONAMENTO FORMAL, ALÉM DE RESSARCIMENTO FINANCEIRO E EMOCIONAL POR TODO TRANSTORNO OCORRIDO.

Cristiana · 22 de setembro de 2019 às 19:32

Gostaria de deixar aqui meu elogio ao Guia turístico César Melo de Maceió-Al. Ele é uma pessoa super humana que se preocupa em valorizar, atender e divertir o turista, além de tratar todos com carinho e atenção. Já fiz várias viagens pela CVC e confesso que foi a primeira vez que um guia foi tão genial quanto ele. Parabéns César Melo, vc é um guia espetacular e merece nossos aplausos.

Kellyn · 6 de agosto de 2019 às 23:13

Em janeiro de 2019, buscando comodidade e conforto procuramos a a loja física da CVC – NOVO SHOPPING em Ribeirão Preto. Contratamos um pacote de viagem para Maceio, onde incluía o transporte aéreo hospedagem e passeios, para sete dias e seis noites, sendo dos dias 18/05 até o dia 25/05 sendo os voos diretos sem escalas. Ocorre que em Março o (Márcio) vendedor com quem fechamos, mandou uma mensagem dizendo que a Azul tinha cancelado todos os voos e iam colocar nós em voos que tinham escalas com duas paradas e praticamente perderíamos um dia inteiro e no retorno ficaríamos esperando 6 horas no aeroporto, tornando-as inviáveis. Fomos na loja e tentamos resolver se haveria um outro voo, a empresa informou que não possuia a responsabilidade e que isso não seria problema deles e sim da empresa de aviação quem cancelou os voos, e informou que poderíamos solicitar o cancelamento com o valor total reembolsado e sem multas contratuais. Fomos e cancelamos no mesmo dia, pois ficamos insatisfeitos com a posição tomada pela empresa e a mesma disse que estornariam em até 60 dias! O valor total da viagem era de R$4760,40, o reembolso foi feito em Maio, e como dividimos em dois cartões, os valores de um cartão foi reembolsado o valor integral de 3000, mas o outro cartão foi feito um reembolso de 902,88, no mês de junho um reembolso de 142,25 e nos meses de julho e agosto veio descontando o valor da parcela de 176,04 sem nenhum estorno, e faltaria um valor de R$715,27 para ser reembolsado. Fomos na cvc e falamos com a gerente (Fabia) explicamos o ocorrido e a mesma disse que a cvc tinha feito o estorno integral e disse que deveria entrar em contato com o meu banco. Conforme contato com o banco, o mesmo nos informou que o problema estaria na cvc que fez o estorno apenas de uma parte e como tinha passado mas de 90 dias, não conseguiam solicitar o estorno por lá. Voltamos na cvc na mesma semana com todas as faturas impressas, e falamos novamente com a Fabia(gerente), a mesma chegou a abrir uma ocorrência no Sac. E nisso estamos indo na CVC e mandando mensagem a algumas semanas para saber se temos alguma posição, só que a única resposta que temos é para aguardar. Caso não consigamos uma solução realizaremos reclamação junto ao Procon e buscaremos a solução de forma judicial.

    João Luiz da silva · 14 de agosto de 2019 às 16:55

    Também estou com problemas com a CVC,no caso da Avianca, reembolso do valor das passagens, segundo a CVC,iram colocar no cartão de crédito, porém até o momento,para setembro, somente uma parte do valor,lamentável a demora.

      Weslley de gois santos · 17 de agosto de 2019 às 12:58

      Meu nome é Wesley no mês de janeiro de 2019 realizei uma compra de duas passagens pela empresa cv ser viagens pela companhia aérea avianca Ir ao acontecido um daqueles casos em relação à linha aérea foi cancelado a minha passagem da minha namorada Assim nos impedindo de fazer a nossa viagem e para desespero tive que comprar uma passagem de emergência fazendo o pedido de reembolso pra ser ver ser no mês de junho hoje estamos no mês de agosto e até agora não há nenhuma posição as da cvc ser em relação ao meu caso a não ser cobranças em relação aos últimos boletos que tem um apagar, pfv preciso de ajuda neste caso….

Fabiana dos Passos Pereira · 5 de agosto de 2019 às 20:23

Quilombo, 05 de agosto de 2019

Prezados,

Adquiri um pacote para usufruir minhas férias de 19 a 30 de julho de 2019 em novembro de 2018, para visitar a cidade de Foz do Iguaçu no Estado do Paraná, incluindo passagens aéreas, traslado aeroporto-hotel-hotel-aeroporto, estadia por 08 dias e vários passeios, tudo visando aproveitar ao máximo esse período de descanso junto a minha filha. Optei por esta empresa, pela sua imagem no mercado e por receio de ter aborrecimentos durante a viagem caso escolhesse uma empresa desconhecida, mas infelizmente e para meu desapontamento, não consegui evitá-los.

Em maio de 2019, tive uma grande preocupação, visto que a Empresa de Aviação Avianca, empresa na qual comprei minhas passagens, deixou de operar na região de Chapecó. Prontamente, entrei em contato com a empresa de vocês com filial em Chapecó e resolvi a questão, alterando a Empresa de Aviação para GOL, mas como teria que fazer conexões tive que desembolsar quase R$ 2.000,00 extras. Por ser circunstância isenta de culpa pela CVC já que a atividade ou inatividade das Empresas Áreas não ser de sua responsabilidade, tive que realizar a despesa não prevista sob pena de comprometer meu deslocamento ao meu destino.

No dia designado, 19/07/2019, realizei meu deslocamento inicialmente a Florianópolis, passando lá um final de semana e na segunda-feira (22/07/2019) realizei o voo para Foz do Iguaçu – PR. Chegando ao meu destino, após desembarque, não havia ninguém da CVC ou o correspondente Natural Travel para me receber. E ao procurar dentro do aeroporto encontrei a correspondente da CVC em Foz, a Natural Travel, fiquei um pouco aborrecida porque ao contratar o translado seria a empresa que deveria estar a minha procura e não o contrário. mas, considerando o cansaço da viagem, não criei caso. Em conversa com o atendente marque os horários dos passeios, sendo que ele me entregou uma via – ordem de serviço 179449 – e permaneceu com outra recolhendo minha assinatura na mesma.

Após isso, me desloquei ao hotel por meio de um ônibus juntamente a outras pessoas que também tinham contratado o translado, ônibus confortável e sem maiores problemas.

Conforme ordem de serviço, no dia 23/07 iríamos a Ciudade del Leste fazer as compras no Paraguai às 07:50. Para não se atrasar e atendendo a solicitação da empresa deveríamos estar prontas 10 minutos antes do horário, ou seja, às 07:40. Estava, por volta das 07:15 tomando meu café com minha filha quando entra de forma apressada uma senhora de nome Janete, guia da Natural Travel, no saguão do hotel onde estava sendo servido o café e fala meu nome e o nome da minha filha com tom grosso, ao me dirigir a ela, comunico que nosso horário era 07:50 e ela se forma grossa diz que era 07:30. Sou obrigada a interromper meu café para buscar minha bolsa no quarto rapidamente com minha filha. Ao chegar a van que iria realizar o transporte mostrei o papel ao outro guia justificando que havia me informado outro horário e que a senhora Janete havia sido grossa, sendo que ele apenas respondeu de forma a não acreditar que a outra guia tinha sido grossa comigo.
Fizemos o percurso de ida e de volta no Paraguai, mas por conta da manifestação que ocorria na rua por conta da regulamentação do UBER decidi que não sairíamos do shopping onde estava os guias da Natural Travel/CVC, o que não nos causou transtorno, já que estávamos a passeios e as compras não eram prioritárias.

No outro dia (24/07), para evitar transtornos, liguei para a Natural Travel, expliquei a situação de não correspondência de horários, na ordem de serviço constava 08:00 e na empresa havia sido registrada 07:30. Estávamos prontas às 07:20 e eles chegaram por volta das 08:00 por conta da necessidade de ter que passar em outros hotéis. Paramos antes de chegar no local de compras da Cataratas, numa loja de conveniência e, fomos informadas do horário em que deveríamos estar de volta a van para continuar o passeio. Chegamos no horário marcado e embarcamos em direção às Cataratas. ao desembarcarmos num imenso complexo, fomos informadas de que deveríamos adquirir o ingresso e que após deveríamos nos encontra no portão 02. Enfrentamos uma fila enorme e o local estava lotado, ficamos procurando o guia, mas sem sucesso. Após a compra todos os atendentes do complexo nos mandava ir para o portão 1, quando perguntei sobre o portão 2 simplesmente me apontava o portão 1 como se o portão 2 não existisse. Falei para minha filha para ficarmos procurando o guia de crachá amarelo (Natural Travel/CVC) porque ele iria nos levar até as Cataratas. Não encontramos ninguém. Após passar por toda a fila tinham ônibus do Complexo que iria nos levar as Cataratas, mas continuei procurando o guia ao invés de embarcar. Fiquei muito preocupada porque não havia nenhum guia nem ninguém com o crachá da Natural Travel/CVC. diante disso perguntei ao segurança do complexo se ele sabia onde estavam os guias da Natural travel/CVC e ele me apontou um local ao lado da fila em que estive que deveria ficar. Este local não tinha qualquer placa indicativa, mas pude observar os guias de demais empresas esperando os seus clientes, e nada da Natural travel/CVC. Decidi ligar para o guia – o número de telefone estava no crachá – nome José Luis – e ele me disse que como não me encontrou, pegou a van com os outros clientes e foi para as Cataratas e que eu pegasse um ônibus do Complexo para encontrá-los. Fiquei uma fera, me abandonou lá e sequer voltar para saber onde eu estava, em total negligência ao meu bem-estar, sendo que ele havia sido pago para me fazer o transporte. Se era para eu fazer o transporte pelo ônibus do complexo para que que eu paguei por um guia? Enfim, entrei no ônibus do complexo com minha filha e, ao entrar no ônibus uma mulher visivelmente irritada e que estava organizando as filas do complexo começou a gritar comigo dizendo que eu não deveria ter entrado no ônibus, que eu deveria teria que ter enfrentando a fila. Gritei no mesmo tom dizendo que passei pela fila e que o guia da CVC me abandonou ali e me disse para pegar o ônibus do Complexo para encontrá-lo. Ela gritou de volta dizendo que eu tinha que ter ido com ele e eu respondi que não tinha como ir com ele porque ele já tinha ido. Ela apenas me perguntou o nome dele e saiu reclamando. Sentei no ônibus e encaminhei mensagem a agente de viagem que me vendeu o pacote em Chapecó – Vanessa – relatando o ocorrido e ela me disse que após nos levar até as Cataratas eles ficariam no restaurante nos aguardando terminar o percurso para visualizar as Cataratas. Então ele iria ficar lá sentado sem fazer nada e sequer me encaminhou mensagem me perguntando se eu estava bem e se consegui chegar nas Cataratas. Chega a ser irônico, paguei a ele para fazer o transporte e ele se comporta como se estivesse me fazendo um favor.
Enfim, comecei a fazer o percurso para ver as Cataratas tentando curtir o passeio depois desse transtorno todo. quando deu mais ou menos uns 15 minutos, o guia José Luís como se nada tivesse acontecido, me encaminhou uma mensagem dizendo que deveríamos estar às 13:00 num local específico para o retorno, sendo que iríamos deixar o parque às 13:30. Fizemos o percurso do passeio com atenção ao horário, almoçamos e às 12:50 estávamos no local marcado, inclusive encontramos outras pessoas que estavam fazendo o passeio com a CVC e eles comentaram que ao pegar as pessoas após a aquisição do ingresso não foi feita nenhuma contagem, simplesmente o pessoal entrou e seguiu o caminho para as Cataratas. Quando chegou mais ou menos 13:10 notei que era somente nós que estávamos lá. Decidi começar a perguntar aos seguranças que trabalhavam nas Cataratas onde estava o ônibus da CVC. Eles me apontaram um ônibus que estava muito longe do local onde o guia José Luis tinha me escrito para esperar. Fomos até lá e verificamos que tinha um ônibus para ir ao Complexo Dreamland e outro para ir aos hotéis. Estavamos esgotadas e nem quisemos adicionar esse passeio que não havia sido contratado, só queríamos ir para o hotel, entramos na van para retornar ao Hotel. Até parece deboche, mas às 13:30 chega a mensagem do guia José Luis dizendo que o ônibus iria partir as 13:30 em direção aos hotéis e a Dreamland. Quando ele entrou na van para pegar os crachás preferi não olhar para ele, para evitar escândalo, pedi a minha filha que fizesse a entrega dos mesmos.

Chegamos ao hotel, no outro dia (25/07) estava agendado o passeio para as Cataratas Argentinas, de praxe confirmei o horário com a Natural Travel enviando mensagem, pois na minha nota de serviço estava 07:40 e na empresa registrado 07:30. Embarcamos sem problemas e, quando estamos nos aproximando da Aduaneira Argentina o condutor da van me solicita a autorização de viagem para a minha filha, com 14 anos, emitida pelo pai. Achei estranho já que ela era minha filha e que apesar de eu perguntar a agente de viagem Vanessa a documentação necessária para a viagem, ela nada disse a respeito. Mandei mensagem para a Vanessa e ela me disse – só neste momento – que essa documentação era essencial para ir às Cataratas Argentinas.

Cabe ressaltar que no dia em que o contrato iria ser assinado, ele me foi encaminhado às 18:30 para ser assinado até as 19:00. Um documento eletrônico com letras pequenas e nenhum destaque para cláusulas como esta – exigência de documentação – em destaque. Como cheguei em casa as 18:45, pois havia saído do trabalho não tive tempo para ler detalhadamente o contrato e como já havia perguntado a documentação necessária não me preocupei.

Não pude desfrutar do passeio e voltei para tentar trocá-lo por outro. Entre em contato com a Vanessa e ela disse que tinha que ser tratado com a Natural Travel. A empresa iria incluir o Passeio noturno ao Marco das Três Fronteiras e o Duty Free na Argentina em substituição às Cataratas Argentinas. De acordo com o folheto as Cataratas custavam R$ 80,00 por pessoa, o Marco das Três fronteiras custava R$ 40,00 por pessoa e o Duty Free Argentino R$ 15,00 por pessoa. Fazendo as compensações ficaria R$ 50,00 a haver. Ao contatar a empresa me disseram que ao fazer a troca teria que pagar R$ 26,00 e que os valores da CVC são diferentes da Natural Travel. Liguei de volta para a Vanessa da CVC de Chapecó e ela me orientou a comprar os pacotes para os dois passeios e pedir o reembolso das Cataratas Argentinas quando retornasse a Chapecó. O absurdo de tudo isso, é que não fui informada da documentação, mesmo tendo perguntado mais de uma vez, perdi a oportunidade de conhecer o lado argentino que dizem que é mais belo que o brasileiro, fiquei praticamente o fim da manhã e o início da tarde ligando sem parar para as duas empresas, sendo que a preocupação pelo passeio ter dado errado deveria ter sido mais delas do que meu, já que eles foram contratados para isso. quando finalmente consegui resolver, fomos para o hotel para descansar e quando estávamos dormindo fomos surpreendidas com uma ligação do saguão do hotel, dizendo que o pessoal da CVC já estava me esperando. Mais uma vez o horário havia sido informado errado, no meu papel estava 18:55 e eu havia confirmado e a ligação foi realizada às 17:45, sendo que o passeio para eles estava marcado para às 17:55. Já entrei na van tensa pensando no que mais poderia dar errado. O passeio transcorreu bem.

No outro dia (26/07), estava agendado o Parque das Aves de manhã e o City Tour à tarde. Estava pronta às 07:20 e não demorou muito para a van chegar (o passeio na minha ordem de serviço estava agendado para às 08:00). Fomos ao passeio e retornamos ao hotel para almoçar e por volta das 13:30 iniciamos o passeio City Tour. O passeio foi muito cansativo, tivemos que correr muito para conhecer todos os lugares, muito pouco tempo.

No sábado (27/07), fomos no Duty Free à noite, tudo transcorreu tranquilo.
No domingo e na segunda – dias 28 e 29/07 – decidimos não contratar mais nenhum passeio, devido a todo o stress e cansaço dos dias anteriores, sem falar na decepção de não ter conhecido as Cataratas argentinas por conta de falta de informação que era obrigação da empresa fornecer, já que é uma empresa que trabalha com turismo.

Estou planejando junto a minha família no mês de janeiro de 2020 – em torno de 08 pessoas – ir a São Paulo pois minha filha quer conhecer o bairro da Liberdade e, tinha pensando seriamente em contratar a CVC para o passeio, mas diante de tudo o que eu passei na viagem a Foz e da decepção de não ter conhecido as Cataratas argentinas não vou mais contratar com vocês. Só não vou entrar com uma ação judicial em face de vocês porque já me estressei o suficiente e, não quero ter que me desgastar contratando advogado e colhendo provas ainda mais com a morosidade presente no Judiciário. Com o tratamento que vocês despenderam comigo eu não sei como vocês ainda conseguem vender pacotes e ter clientes, porque o respeito a nós é a última das prioridades para vocês. Senti-me injustiçada, menosprezada, como se tivesse pedindo favor, paguei mais de R$ 5.000,00 pelo passeio isso sem contar a compra da passagem de conexão que custou em volta de R$ 2.000,00 a mais, num total de aproximadamente R$ 7.000,00 e me aborreci de uma forma que nunca imaginaria. Era para ser um passeio perfeito, porque Foz é linda mas, fui muito maltratada e tive minhas férias estragadas pela falta de respeito e profissionalismo de vocês.

Sinto-me no direito de apresentar essa carta de reclamação, porque a decepção foi muito grande com a empresa de vocês.

Atenciosamente,

Fabiana dos Passos Pereira.

ALICE MARIA ALENCAR BLUMER · 30 de julho de 2019 às 16:55

COMPREI UMA PASSAGEM PELA EMPRESA AVIANCA QUE FALIU EM 03/2019 , SOLICITEI CANCELAMENTO EM 15/05/2019 PROTOCOLO 2019-051532955 , DEPOIS SOLICITADO EM 07/2019 NOVO PROTOCOLO 2019062624867 QUE SEGUNDO SAC JÁ TINHA EFETIVADO, MAS CONTINUA SENDO DESCONTADO O CARTÃO E ATÉ PRESENTE DATA NÃO TENHO SOLUÇÃO DESSE CANCELAMENTO E A DEVOLUÇÃO DO MEU DINHEIRO E CANCELAMENTO DAS PARCELAS NO CARTÃO DE CREDITO, QUERO SOLUÇÃO RÁPIDA

Paula Santana e Murilo Santana · 8 de junho de 2019 às 22:24

Efetuei, em loja física da CVC, a compra de 2 passagens ida e volta, SSA – São Paulo (CGH), pela companhia avianca, para o período de 07 a 11 de setembro de 2019, no valor total de (R$ 887, CONTRATO 8550-0000140619), a fim de apadrinharmos casamento que ocorrerá na capital paulista no feriado da independência nacional. Em virtude da recuperação judicial da companhia aérea, inviabilizando o voo, fui obrigada a comprar novas passagens, em outra companhia, por valor mais caro (R$ 1484, CONTRATO 8550-0000142359), para garantir nossa presença no evento. Infelizmente, a CVC não cumpriu sua obrigação legal e contratual e não assumiu com o valor da diferença a ser paga. Informo que tentei resolver a situação junto à agência indo até la diversas vezes, mas nada foi resolvido. Registro aqui o descaso da CVC, a qual deveria arcar com a diferença de preço, independente do valor a maior, a fim de relocar nossos bilhetes, evitando transtornos para nós, consumidores. Fizemos contrato diretamente com a CVC e esperávamos estar seguros diante de eventuais situações como essa, mas a agência de viagem nos decepcionou de tal forma que não pretendemos comprar mais nenhum pacote junto à CVC. Saliento que mesmo pagando valor indevido, a CVC não nos beneficiou com nada (translado, passeios, diárias). Por tudo isso, solicito reembolso do valor pago a maior, pela CVC.

    Elisa Raquel · 9 de agosto de 2019 às 16:14

    Dia 09/08 fui a agência da CVC do shopping Grande Rio, e tentei cancelar o contrato q assinei ontem as 16:58h do dia 08/08 porém não pude cancelar pois fui informada pelo senhor Felipe e a funcionaria da CVC que eu não poderia cancelar pois teria multa de mil e pouco, pq solicitei o pedido no dia 05. Informei q assinei ontem, entretanto a funcionária disse eu estava agindo de ma fé pq eu fiz a proposta dia 05. Entretanto dentro da lei mesmo assim temos 7 dias cancelar. Dessa forma fui coagida “forçada” a continuar com o contrato. Mesmo não querendo a viagem.

Marina Valma de Lima Amâncio · 5 de junho de 2019 às 23:10

Venho por meio desta registrar a minha indignação com a conduta da CVC através dos seus funcionários para com a situação que vivemos hoje referente a Avianca.
Primeiramente vou até a CVC do shopping Itaquera no início de Abril para fazer um pacote de viagem, pois em maio tirei férias. Fui atendida pela vendedora Priscila Calazans, onde fizemos um pacote com destino a Maceió e Porto de galinhas para meu marido e eu, o vôo de SP a Maceió foi pela Avianca. Quando fui assinar os contratos a vendedora me fala: caso seu vôo da Avianca for cancelado a CVC irá realocar vocês em outro vôo ( ela como vendedora que está vivenciando isso todos os dias, porque não sugeriu que escolhessemos outro vôo já pra evitar qualquer problema? ) E pra piorar, ela me ofertou um seguro viagem com cancelamento me afirmando que se acontecesse alguma coisa e eu quisesse cancelar a CVC me devolveria 100% do valor. Sai da loja me sentindo a pessoa mais assegurada do mundo.
Os dias se passaram e óbvio fiquei preocupada com a situação da Avianca, mesmo a Priscila tendo me afirmado que seríamos realocados em outro vôo. Quando foi dia 28 de abril mandei mensagem via WhatsApp para Priscila pedindo um posicionamento, a mesma disse que a CVC estava dando atenção aos clientes de abril, que me posicionaria se necessário, pois a CVC estava realocando os clientes. Minha viagem estava marcada para dia 16/05, no dia 11/05 volto novamente a questionar a Priscila via WhatsApp e a mesma afirma que meu vôo estava ok, mas que saiba todos os vôos foram cancelados, ela ia verificar e me posicionava. Gente, como que ela me diz: que eu saiba todos os vôos foram cancelados?
Foram cancelados e meu vôo está a mercê do além né?! Pelo amor!
Na segunda-feira dia 13/05 eu volto a enviar outra mensagem para Priscila (ou seja, se eu não corresse atrás da CVC, eu ia ficar sabendo das informações um dia antes na hora de retirar os vouchers pelo visto. Comunicação zero com o cliente.) A Priscila me responde no WhatsApp se eu podia ir até a loja para ser orientada pela supervisora, na hora eu percebi que algo de errado estava acontecendo. Chego na loja de Itaquera da CVC e a supervisora começa a somar o valor do meu pacote sem explicar nada, e eu só observando. Como meu pacote foi feito tudo separado, ela me fala que devido o cancelamento do meu vôo da Avianca, a CVC iria me devolver o valor das duas passagens aéreas referente a Avianca no valor de R$1.162,44, eu teria que comprar novas passagens de outra companhia e a CVC daria 15% de desconto na compra das novas, e eu arcaria com a diferença. Vamos lá, faltavam três dias para minha viagem, aí a CVC me fala que eu tenho que comprar novas passagens aéreas, sendo que naquela altura do campeonato as passagens estavam o triplo do valor. Gente, pelo amor de Deus! Eu fechei uma viagem com uma das maiores empresas de turismo do Brasil com anos de trabalho no mercado e não no butiquim de esquina. Como assim eu tenho que correr atrás de informação e aí faltando três dias, com as passagens absurdamente caras a CVC me informa que eu teria que comprar novas passagens??? Uma falta de respeito absurdo com o cliente. Falta de informação total, por duas vezes procurei um posicionamento e ninguém me falou nada, aí em cima da hora, eu tenho que me virar pra comprar novas passagens, se não minha viagem ia por água a baixo e minhas férias viraria um pesadelo. Meu marido furioso queria cancelar todo o pacote, afinal me venderam um seguro viagem com direito a cancelamento, pois bem, a supervisora me diz que o seguro não era nem assim, ou seja a Priscila me vendeu gato por lebre. Eu trabalho em uma instituição financeira, e quando vou ofertar qualquer produto, eu oferto com total transparência e clareza, pois tenho a total ciência que estou representando o maior banco do hemisfério sul. Achei uma tremenda falta de respeito e empatia. Por fim, eu não tinha dinheiro para arcar com um gasto assim em cima da hora, apenas o dinheiro que reservei para usar na viagem, não tinha mais limite de cartão de crédito, tive que recorrer a minha mãe, que me emprestou seu cartão de crédito. Imagine o nervoso que passei!
O valor das duas passagens aéreas compradas no dia 13/05 foi de quase cinco mil reais, ficando para eu arcar com a diferença de R$2.557,66.
O primeiro contrato o n° 0887-0000002562
Segundo contrato com a compra das novas passagens aéreas onde deu quase cinco mil reais n° 0887-0000002873.
Abri um procon também e solicito o reembolso dessa diferença de valor de R$2.557,66.
Me senti lesada, pois fecho pacote com uma mega empresa já pra ter uma segurança maior mediante um problema como este, e a CVC não agiu com transparência de forma nenhuma, primeiro que enrolou pra dar um posicionamento e a vendedora ainda me vende um seguro de forma errônea colocando a credibilidade da CVC no ralo. Eu não volto de forma nenhuma a pisar meus pés numa loja CVC e óbvio que relato para todos que eu puder, pra alertar sobre a atitude da CVC mediante uma situação delicada como essa da Avianca. Problemas podem surgir sim, mas agir com transparência desde o início ao fim é primordial. Alertar o cliente do supostas consequências caso não fosse possível um realocamento, agora aos 48 minutos do segundo tempo a empresa falar que tenho que comprar novas passagens absurdamente caras e arcar com a diferença, me polpe! Isso não é atitude de uma empresa que trabalha há anos no mercado.

Patricia de Souza Antonio · 4 de junho de 2019 às 20:24

No dia 17 de maio de 2019n no horário de 13:04 aconteceu o primeiro contato pele whatsapp com a Amanda, solicitei o orçamento da viagem para Fortaleza para meus filhos, a mesma me atendeu me passou tudo on line, quando foi 17:03 hrs dei o meu OK, e Amanda logo fez o pedido, e enviou um contrato para o meu e-mail, dizendo que eu teria que fazer a assinatura eletrônica , as 19:43 hrs ela me informou que eu teria que assinar até as 20:30hrs , as 20:32 hrs ela me ensinou passo a passo de como fazer a assinatura, as 20:38 hrs já estava tudo assinado eletronicamente, as 20:57 hrs ela já tinha enviado os boletos.
Na segunda-feira dia 20 de maio de 2019, liguei para Amanda para fazer o cancelamento da viagem e a mesma me informou que a gerente dela já teria ido embora que no dia seguinte faria contato comigo. As 18:07 hrs fiz contato e ela me disse que para que eu fizesse o cancelamento, teria que pagar o boleto para depois desistir, informei para ela que meu marido por ser advogado, perguntei para ele o procedimento e ele respondeu que quando uma pessoa não vai na loja física e compra por telefone ou on line , tem o direito de desistir em 7 dias ( direito de arrependimento) e só tinha 3 dias. E se eu não paguei o boleto a compra não foi efetivada, que o Código de defesa do consumidor me assegura o direito de arrependimento segundo artigo 49. E o que Amanda fez? Ligou para meu irmão , e pedi para que ela não ligasse para terceiros, pois ele não tinha nada com isso, e ela me pediu desculpas, e mesmo assim ela queria que eu pagasse o boleto para depois desistir.
No dia 22 de maio de 2019, às 19:57hrs , Amanda me enviou uma mensagem que tinha solicitado o cancelamento da viagem e respondi que liguei para o SAC da CVC e me informaram que só a gerente da Amanda que poderia cancelar o boleto, e pedi mais uma vez para que ela cancelasse os boletos , que era para evitarmos um processo. Ela me disse que a gerente não cancelava o boleto.
Espero que o cancelamento seja feito o mais rápido possível. Pois está faltando clareza nas informações , estou fazendo contato desde o dia 20 de maio de 2019 e nada é resolvido, e isso está me ferindo moralmente. Como já falei com a Amanda e enviei uma foto da minha contra bancária e lá diz que devo 3 (três) boletos da CVC BRASIL OPERADORA E AGENCIA COM O VENCIMENTO NO DIA 21/05/2019 RESPECTIVAMENTE.

Como posso pagar um boleto se desisti da viagem 3 dias depois de fazer o pedido com a Amanda pelo WhatsApp?
Quem paga uma coisa que não vai mais?
Fica aqui a minha indignação com a empresa CVC, pois a Gerente disse que sou obrigada a pagar o boleto mesmo meus filhos não podendo mais viajar.
A gerente Luiza Fontes da agência 9934 disse que antes de eu comprar, teria que ter responsabilidade.
Então é assim que a empresa CVC treina seus funcionários a responder os clientes?

Murilo · 4 de junho de 2019 às 15:59

Comprei uma viagem para o exterior em 05/2019 e o voo de ida foi cancelado. Nem a companhia aérea nem a agência CVC do SHOPPING IGUATEMI CAMPINAS resolveu o problema. Ainda bem que estava de olho nos horários de voo e vi o cancelamento e reverti a situação junto com a parte internacional da Azul. Sem contar que varias informações desencontradas dessa agência eu que descobri ligando em empresa aérea. Pra vender e bater metas são ótimos mas depois que imprimem seu voucher o atendimento é outro. Ai você que se vire em caso de problemas. Fiquem atentos a CVC SHOPPING IGUATEMI CAMPINAS NÃO RESPEITA CLIENTE são mau educados te agradam e depois nao vao resolver seu questionamento, demoram responder whatssap e não para nenhum funcionário na agência alta rotatividade.

Juliana Reis · 20 de maio de 2019 às 12:58

Boa tarde!
Em março de 2019, comprei 02 passagens com destino Natal, para o dia 17/06 até 24/06. Com a Companhia aérea Avianca. Quando o Vendedor me ofereceu o pacote, eu o questionei sobre o problema que estava acontecendo com a Avianca. Fui garantida, que estava tudo bem, e que não daria problema nenhum, o vendedor mesmo me afirmou que a CVC afirmou para eles continuarem vendendo a passagem normalmente. Provavelmente terei que abrir um processo contra a CVC e Avianca, né? Porque a Avianca se comprometeu em continuar oferecendo os voos e a CVC que permitiu isso.
Era pra ter ocorrido um leilão para comprar as rotas da Avianca e reacomodar os passageiros, e até agora nada. Entrei em contato com a CVC, as opções que eu tive foram essas:
1° A melhor solução é comprar voos novos! Ótimo. Vocês viram quanto as outras companhias aéreas estão cobrando pelos voos? Vocês acham correto os passageiros pagarem por uma passagem que não vão utilizar? Que no caso seria com a Avianca? Qual é a dificuldade de nós recolocar em outra companhia aérea? Gera custo! Sabemos que gera, mas foi total IRRESPONSABILIDADE da CVC continuar vendendo os serviços da Avianca, ganhando lucro em cima dos passageiros, enquanto nós ficamos na pior.
Segunda opção que me deram: Esperar o reembolso, e remanejar minha viagem para alguns meses depois.

Estou indo viajar em lua de mel, tirei férias, eu e meu noivo. Isso é correto para vocês? Porque para nós não.

Fico no aguardo de uma solução. E já estou indo atrás de advogado!!!

Aguardo retorno.

    Marina · 5 de junho de 2019 às 23:08

    A CVC fez o mesmo comigo. Me senti encurralada, e para não colocar tudo a perder, comprei novas passagens aéreas absurdamente caras. Tendo que pagar R$2.557,66 de diferença, faltando três dias para viajar. Empresa sem credibilidade nenhuma com o consumidor. Péssimos! Funcionários desenformados e mal treinados.

Stefany Ladislau Da Mota Araújo · 17 de maio de 2019 às 09:19

Efetuei duas compras na Cvc, uma  no  dia 23/09/2018, conforme contrato 7890000128414 viagem para Maceió com saída  dia 18/05/2019 e volta 21/05/2019 e a outra compra no dia 24/09/2018 para o mesmo destino e roteiro  que seria para minha mãe  e  seu marido, conforme o contrato  7890000128439

Nos programamos oito meses  antes da data, organizamos nossas atividades  de passeios turisticos com o guia turistico de Maceio, que foi indicação  de uma cliente minha q foi a msm destino

Comuniquei  meus clientes sobre o não  expediente do meu salão  de beleza nessas datas, e nos desdobramos para atender todos na semana  que antecedência.

Meu maridoDiego, também se programou antecipadamente  pois teria que ser tudo bem planejado pra não  prejudicar a empresa e nem seus compromissos.

Esse seria o período  onde o caminhão que ele trabalha  estaria em disponível para a  manutenção, não podendo desmarcar a manutenção devido o contrato que é  realizado com a empresa  de Manutenção, segue o contrato em anexo.

Onde se ouvesse a desistência  seria pago multa e não  haveria  reembolso.

No dia 24/09 /2018  fomos ate a loja sendo atendido pela Simome e nos escolhemos o roteiro e período, e ali  informamos a mesma sobre a nossa disponibilidade  apenas para as datas escolhidas devidoaos meus clientes e a  manutenção do veiculo de meu marido.

A viagem só poderia ser nessa data devido nossos compromissos.

A funcionária  Simone não passou informações  referente a cia  apenas o valor, destino  e hotel onde estávamos  de acordo.

No dia 06/05/2019 entrei em contato novamente com a empresa CVC, para obter informações sobre a bagagem e neste dia eles poderiam ter me avisado sobre os problemas que estavam ocorrendo com os voos e com os passageiros  da cia Avianca.

No dia 11 liguei novamente no tel ……
Falei com uma atendente q não  me recordo o nome e perguntei se poderia ir  ate local pra retirar as passagens a mesma  disse que não  poderia pois o periodo para retirar as passagens  era apenas 2 dias antes do embarque.

No dia 13 de Maio liguei novamente e falei com a Renata pedindo para retirar as  passagens antes pois nao  conseguiria ir na quinta_feira ( dois dias antes do embarque) e foi nesse momento  que a Cvc me comunicou do cancelamento do vôo.

E me ofereceu apenas 3 alternativas naquele instante, são  elas:

1. Cancelar e estornar  o valor entre 30 a 60 dias  ( acho muito tempo pois queria utilizar os meus dias de folga pois posteriormente nao será  possivel tão  cedo ter outra folga).

2. Pagar a diferença  e ir para um novo destino ( onde tambem não  e viável  pois se programamos pra esse destino).

3. Aguardar um encaixe no aeroporto  sem ter garantia de embarque no vôo.

Ficamos muito tristes e descontentes com a empresa  Cvc pois haviamos nos planejados por 8 meses e eles poderiam ter nos avisados com antecedencia e nos ofertados outra saída, outro plano, um descontentamento muito grande pois só  ficamos sabendo desse cancelamento  porque ligamos no dia 13 Maio.

No dia 16/05 fui ate a loja ……
Falei com a Renata pessoalmente,e ela disse que não  poderia fazer nada para ajudar.

E que a única  solução  era o reembolso  que seria no prazo de 30 a 60 dias.

Ela pediu para aguardar ate dia 17/05 que tentaria fazer algo para resolver nosso problema.

Na data acima ela entrou em contato avisando que não  conseguiu fazer nada naquele momento e que eu deveria remarcar a data da viagem.

Onde ja havia sido informado  que isso não  poderia  acontecer 

Revoltada  e sem VIAGEM 

Vou reclamar em tds os site e página  td qie tiver acesso   pra tds tenha ciência  que a empresa não  e confiável 

Quem tiver na msm situação  entre em contato no 97234 8274 pois agente  trabalha o ano todo pra viajar por 5 dias e nos prejudicamos

Pois juntos somos mais forte  ja estou procurando  meus direito 🤬

Livia · 14 de maio de 2019 às 10:31

Pelo que estou vendo é unânime a insatisfação e pouco caso da CVC na resolução dos problemas relacionados à Avianca…. Não serei redundante em contar a história do pacote pois é semelhante à da maioria, mas gostaria de deixar registrado o péssimo atendimento pela gerente da loja Park Shopping no Rio de Janeiro. A senhora Suzana não tem o menos preparo para lidar com pessoas e solucionar problemas. Se mostra despreparada, desarticulada, indisponível e procrastinadora. Tenho todos os e-mails salvos em pdf com os registros da falta de habilidade para uma pessoa que está no cargo de “gerente de atendimento”.

Wanessa Campos de Oliveira · 10 de maio de 2019 às 13:58

Comprei duas passagens para o Rio de Janeiro no dia 24/05/2019 para a despedida de solteiro da minha amiga. A CVC contratou a Avianca para realizar o voo. Porém, com todas as questões atuais da companhia aerea, a CVC me deu três oções: 1º – Comprar outra passagem aérea por um valor 3x superior ao que eu comprei; 2º – Reembolsar o valor do preço da passagem que eu comprei, que não da para eu comprar nem a passagem de ida para a mesma data; 3º (A MAIS ABSURDA DE TODAS) – Chegar 5 horas antes de voo e esperar se terá vaga em algum avião indo para Rio deJaneiro. Entrei em contato com a agência que comprei, porém o gerente informou que não poderia fazer nada e me passou o telefone do SAC 0300-789-8989 para tentar uma solução amigável, porém sempre que ligo informam que o número é inexistente. Absurda a situação, pois eu contratei a CVC e não a Avianca para a viagem. A CVC é responsável solidária, conforme o Código de Defesa do Consumidor, e tem a obrigação de me recolocar em outro voo com o mesmo valor que eu paguei. Eles me passaram essa três oções hoje (10/05/2019), 14 dias antes da viagem, e os preços estão três vezes maiores do que eu comprei.

    Stefany Ladislau Da Mota Araújo · 17 de maio de 2019 às 09:18

    Efetuei duas compras na Cvc, uma  no  dia 23/09/2018, conforme contrato 7890000128414 viagem para Maceió com saída  dia 18/05/2019 e volta 21/05/2019 e a outra compra no dia 24/09/2018 para o mesmo destino e roteiro  que seria para minha mãe  e  seu marido, conforme o contrato  7890000128439

    Nos programamos oito meses  antes da data, organizamos nossas atividades  de passeios turisticos com o guia turistico de Maceio, que foi indicação  de uma cliente minha q foi a msm destino

    Comuniquei  meus clientes sobre o não  expediente do meu salão  de beleza nessas datas, e nos desdobramos para atender todos na semana  que antecedência.

    Meu maridoDiego, também se programou antecipadamente  pois teria que ser tudo bem planejado pra não  prejudicar a empresa e nem seus compromissos.

    Esse seria o período  onde o caminhão que ele trabalha  estaria em disponível para a  manutenção, não podendo desmarcar a manutenção devido o contrato que é  realizado com a empresa  de Manutenção, segue o contrato em anexo.

    Onde se ouvesse a desistência  seria pago multa e não  haveria  reembolso.

    No dia 24/09 /2018  fomos ate a loja sendo atendido pela Simome e nos escolhemos o roteiro e período, e ali  informamos a mesma sobre a nossa disponibilidade  apenas para as datas escolhidas devidoaos meus clientes e a  manutenção do veiculo de meu marido.

    A viagem só poderia ser nessa data devido nossos compromissos.

    A funcionária  Simone não passou informações  referente a cia  apenas o valor, destino  e hotel onde estávamos  de acordo.

    No dia 06/05/2019 entrei em contato novamente com a empresa CVC, para obter informações sobre a bagagem e neste dia eles poderiam ter me avisado sobre os problemas que estavam ocorrendo com os voos e com os passageiros  da cia Avianca.

    No dia 11 liguei novamente no tel ……
    Falei com uma atendente q não  me recordo o nome e perguntei se poderia ir  ate local pra retirar as passagens a mesma  disse que não  poderia pois o periodo para retirar as passagens  era apenas 2 dias antes do embarque.

    No dia 13 de Maio liguei novamente e falei com a Renata pedindo para retirar as  passagens antes pois nao  conseguiria ir na quinta_feira ( dois dias antes do embarque) e foi nesse momento  que a Cvc me comunicou do cancelamento do vôo.

    E me ofereceu apenas 3 alternativas naquele instante, são  elas:

    1. Cancelar e estornar  o valor entre 30 a 60 dias  ( acho muito tempo pois queria utilizar os meus dias de folga pois posteriormente nao será  possivel tão  cedo ter outra folga).

    2. Pagar a diferença  e ir para um novo destino ( onde tambem não  e viável  pois se programamos pra esse destino).

    3. Aguardar um encaixe no aeroporto  sem ter garantia de embarque no vôo.

    Ficamos muito tristes e descontentes com a empresa  Cvc pois haviamos nos planejados por 8 meses e eles poderiam ter nos avisados com antecedencia e nos ofertados outra saída, outro plano, um descontentamento muito grande pois só  ficamos sabendo desse cancelamento  porque ligamos no dia 13 Maio.

    No dia 16/05 fui ate a loja ……
    Falei com a Renata pessoalmente,e ela disse que não  poderia fazer nada para ajudar.

    E que a única  solução  era o reembolso  que seria no prazo de 30 a 60 dias.

    Ela pediu para aguardar ate dia 17/05 que tentaria fazer algo para resolver nosso problema.

    Na data acima ela entrou em contato avisando que não  conseguiu fazer nada naquele momento e que eu deveria remarcar a data da viagem.

    Onde ja havia sido informado  que isso não  poderia  acontecer 

    Revoltada  e sem VIAGEM 

    Vou reclamar em tds os site e página  td qie tiver acesso   pra tds tenha ciência  que a empresa não  e confiável 

    Quem tiver na msm situação  entre em contato no 97234 8274 pois agente  trabalha o ano todo pra viajar por 5 dias e nos prejudicamos

    Pois juntos somos mais forte  ja estou procurando  meus direito 🤬

      Ana Carolina · 15 de agosto de 2019 às 15:55

      Estou na mesma situação,e já faz 90 dias e nada de reembolso

        Igor Faria · 13 de dezembro de 2019 às 14:38

        Conseguiu resolver sua situação porque estou passando pelo mesmo problemas..?

Diovanni Correia · 9 de maio de 2019 às 15:19

Olá Senhores, boa tarde!
Venho aqui registrar a minha indignação, de uma compra de uma passagem de Cuiabá contra Teresina, passagens áreas adquirida na CVC / LOJA DA ISAAC POVOAS – Av. Isaac Póvoas, 850 – Centro Norte, Cuiabá – MT, 78005-340.
Sendo que meu voo é para o dia 19 de maio de 2019, as 05:30 minutos, liguei para agencia para me informar sobre a possibilidade de remarcar para meu voo para dia 18 de maio de 2019 no período da noite.
Liguei para agencia e o motivo da ligação , era somente um informação se tinha a possibilidade de alterar e também o valor da multa que eu tinha que pagar, foi então que nunca tive essa informação e pelas as atendentes e foi então que liguei para agencia do Pantanal Shopping , localiza-se P2, Av. Historiador Rubens de Mendonça, 3300 – Loja 2053, MT, 78050-000 , um rapaz atendeu minha ligação e conversei com ele se tinha a ´possibilidade de fazer alteração e o rapaz disse que tinha sim , afirmou que eles fazem um cálculo da multa e uma coisa importante que ele relatou que o cliente é prioridade e que não era para falar mas com as atendentes da agencia e se com a gerente, essa entã piorou , pois sempre dizia que estava em ligação e atendimento .
Foi aí que conseguir falar com uma mulher que falaram que ela era a gerente e que estava ciente das minhas ligações e que iria fazer os cálculos e estaria ligando para mim e isto nunca aconteceu.
Como a maioria dos passageiros desconhece seus direitos, eles não sabem que há um artigo no Código de Defesa do Consumidor que dispõe sobre o arrependimento de compra. De acordo com o artigo 49 da Lei nº 8.078/90, o consumidor que fez uma compra fora de um estabelecimento tem até 7 dias corridos para se arrepender.
Sei que alterar ou cancelar a compra de uma passagem aérea é um procedimento complicado e muitas vezes gera dor de cabeça. É uma das maiores reclamações de consumidores de linhas aéreas.

Mas no meu caso queria apenas uma informação que não foram repassadas para mim e com essa atitude da agencia imagino que não se importarão como minhas ligações e também não me deram credibilidade, será porque sou nordestino? Falo diferente? Ou também porque fiz a compra da passagem a vista?
E deixo aqui minha insatisfação e reclamação da CVC LOJA DA ISAAC POVOAS – Av. Isaac Póvoas, 850 – Centro Norte, Cuiabá – MT, 78005-340.
Cliente insatisfeito Diovanni Correia Costa / Cuiabá MT

Rosangela Vargas · 8 de maio de 2019 às 17:52

Prezados,
Considerando o contrato nº 3622-0000011371, Reserva 250871886, com destino a Lisboa, data de Saída 25/04/19 e retorno no dia 04/05/19, informamos que ocorreram as seguintes situações:
1. Acolhida do transfer na chegada ao aeroporto: O pessoal de recepção não estava devidamente identificado, sendo que tivemos que ficar a procura do mesmo perguntando quem estaria ali para nos recepcionar. Após identificar a pessoa, aguardamos por quase uma hora para que o transfer pudesse nos acomodar no veículo para o caminho do hotel;
2. Chegada no hotel: Após viajar um dia inteiro e uma noite, ao chegar ao hotel, fomos informados que o check in somente poderia ser feito às 15h. Fato esse que causou um imenso constrangimento, pois estávamos cansados e perdemos o dia todo na recepção do hotel, sem condições de termos um banho e um pouco de descanso para aproveitarmos o resto do dia;
3. Quantidade de diárias: considerando os horários de chegada e saída dos hotéis, a quantidade de diárias cobradas no contrato não condizem com as diárias utilizadas;
4. Qualidade do hotel: O hotel entrecampos, é de péssima qualidade;
5. Localização dos hotéis: todos os hotéis não estavam bem localizados. Distantes de restaurantes e do centro das cidades, fazendo que com a locomoção para as refeições da noite fossem honerosas;
6. Café da manhã no dia da partida: no contrato especifica que estavam contratados café da manhã para todos os dias, porém, no dia da partida, pelo horário, saímos sem que pudéssemos tomar café da manhã.
Diante do exposto, solicitamos que esta empresa – CVC se posicione e nos ressarça daquilo que nos é de direito pelo contrato. E que, caso não obtenhamos êxito em nossa solicitação, nos manifestamos favoráveis a executar judicialmente pelo atendimento de nossos direitos.
Nesses termos,
Aguardamos retorno.
Atenciosamente,
Rosângela Vargas Davel Pinto

Bervan · 6 de maio de 2019 às 15:23

Boa Tarde!

Depois de muito planejamento comprei 03 passagem Localizador PC5PUX para Foz do Iguaçu voltado a visitar o Paraguai aproveitando para realizar compras e presentear todos esposa , filha e para mim e comemorar meu aniversário, dias da Mães e antecipar a comemoração dos 15 anos dela que ocorrerá em julho vista que não tenho condições de fazer uma festa no aniversário dela . Comprei com antecedência no mês de Março 07/03/2019 as 18:41 na Empresa de turismos CVC Loja caminho de Areia EDF. Empresarial Tiradentes Loja H , Salvador-BA com vôo e hospedagem agendado para o dia 09/05/2019 com retorno para o dia 12/05/2019 com um atendimento mediante em uma loja que presa excelência em seu atendimento.
Mediante as informações por meios de Tv e rádio fiquei sabendo da recuperação judicial da Empresa Avianca, estive na loja no dia 08/04/2019 por iniciativa própria e fui informado que meu vôo tinha sido cancelado algo que deveria partir da própria CVC, no dia 09/04/2019 fui informado pelo zap que tinha mudado o horário do vôo e que se eu quisesse poderia acompanhar os dados pelo site da Avianca . No dia 30/04/2019 estive com o gerente da loja o Senhor Leandro que mim informou que era para eu aguardar até o dia 07/05/2019 devido o problema ter sido normalizado mediante a Avianca ter sido comprado pela Uber ou a Azul, que não era para eu mim preocupar que eu iria viajar, acompanhando os noticiários pela Tv que passageiro estão ficando dias e horas esperando a relocação dos seu vôo em outras empresas causando um desgaste terrível , entrei em contato com o Sac da Cvc 30/04/2019 as 8:30 e a atendente Luciana não mim passou protocolo de atendimento e solicitou que eu aguardasse .
Tanto o Gerente Leandro quanto o vendedor Aldo informou que qualquer situação passava para mim , fato que eu sempre procurei eles nunca mim procuraram , fiquei no aguardo de um retorno por telefone e não tive sucesso , entrei em contato no dia 01/05/2019 solicitando meu reembolso mediante o comunicado da Cvc fez pelo site que iria reembolsar todos os passageiro mediante o acontecimento ,enviei pelo Whatzapp informando que não queria passar pelo constrangimento de esperar tanto para embarcar , em contato com o vendedor Aldo fui informado que o gerente iria tentar mim relocar para outra empresa que mim daria um retorno em breve fato esse que não ocorreu .Não tive reposta, resolvi ligar e fui informado que não tinha resposta que ele iria falar com o gerente dele e não tinha como mim reembolsar mediante o vôo está confirmado pela Avianca

Ligando para Aviaca no dia 02/05/2019 , protocolo 2351462,atendente Glacia fui informado que meu vôo estava cancelado e que era para eu entrar em contato com a CVC mediante que eles só estavam autorizados a pousar no Santos Dumont ,Congonhas , Brasilia ,Salvador e que era para eu solicitar o reembolso do valor junto a CVC e que mesmo se a Avianca for comprada por qualquer Empresa não vai resolver os problemas no mínimo em 3 ou 6 meses diferentes do que Gerente Leandro da CVC mim falou , liguei para o vendedor Aldo e solicitei que ele mim colocasse em outro vôo devido está em cima da hora e que eu já tinha alinhado com meu Gerente minha folga para essa viagem, sem retorno mas uma vez retornei para loja dia 02/05/2019 solicitando providência o mais rápido possível do fato , o mesmo informou que o gerente dele estava resolvendo e que entrava em contato no mesmo dia fato esse que não aconteceu. Liguei para a loja no dia 03/05/2019 falei com o gerente Leonardo , o mesmo disse que meu vôo foi cancelado pela Avianca e que não conseguiu mim colocar em outra Vôo em outra empresa e era para eu ir na loja assinar uma documentação para estorno do valor valor pago.
Ao chegar na loja no dia 03/05/2019 foi orientado pelo gerente Leonardo que deveria redigir um texto informando que queria o cancelamento do vôo e o estorno do valor, após eu assinar o mesmo ficou com o documento e não mim deu nada comprovando o fato, por muita insistência da minha parte ele xerocou o documento que eu assinei e carimbou como recebido e falou que meu valor seria devolvido ao meu cartão de credito.
https://www.cvc.com.br/voos-avianca-brasil.aspx?gclid=Cj0KCQjwh6XmBRDRARIsAKNInDHwpkWOGfvtHCQw3gYXaq8rkY388Yn_3BLI9sbxuwv3Aj4T_0xUM0caAkvHEALw_wcB

Esse e o procedimento e correto de uma Empresa seria como a Cvc?

Gostaria de um esclarecimento por parte da CVC.

CAMILA SEGALOTTI · 6 de maio de 2019 às 10:05

ATENDIMENTO CVC DA CIDADE DE ITUPEVA E JUNDIAÍ (UNIDADE CARREFOUR) é totalmente despreparado. ATENDENTES SIMPLESMENTE NÃO TE DÃO QUALQUER INFORMAÇÃO, TRATAMENTO COM CLIENTE PÉSSIMO!!!!!!

Adriano Ferreira · 3 de maio de 2019 às 21:19

O atendimento da loja extra Jaguaré eh péssimo

ROSANGELA PIMENTA CHAVES · 2 de maio de 2019 às 14:40

PELO MENOS REEMBOLSO DA BABAGEM R$ 120,00 , ACHEI MUITO INJUSTO PESO ERA DE OITO QUILO ;, DEIXO AQUI MINHA RECLAMAÇAO

ROSANGELA PIMENTA CHAVES · 2 de maio de 2019 às 14:35

BOA TARDE , DESCEPCIONADA SEMPRE FIZ PACOTE CVC , DESSA VEZ FIQUEI MUITO CHATEADA TIVESSEMOS PAGAR BABAGEM R$ 120,00 , NAO TIVEMOS CITY TOUR , VOO CANCELADO
SAIMOS HOTEL AS DEZ MANHA CHEGUEI CASA AS TRES E MEIA DA MANHA , NAO TIVEMOS NENHUM AUXILIO ,

Lilian · 21 de abril de 2019 às 08:31

Estou em Santiago, comprei meu pacote com a CVC. O hotel não é nada parecido com o das fotos. Estou a 3 dias aqui e não trocaram minhas toalhas, quarto horrível, cheiro fortíssimo de cigarro e lixo, não tem nem papel higiènico. Quarto sujo, o local é Apart hotel Bellas Artes. Estou tentando contato e não consigo. Não tem nenhum apoio ao turista pela CVC. Decepcionada. Sempre viajo pela CVC nunca tive problema, mas na primeira vez que preciso, não tenho apoio nenhum. Queria poder postar as fotos do local para verem que não estou exagerando.

    FRANCISCO GUIMARAES · 15 de julho de 2019 às 17:19

    Lilian, o pior aconteceu comigo na Colombia. Ao chegar no aeroporto, nao havia traslado, sofri extorsão de um taxista nativo e, ao chegar ao hotel (uma espelunca) mão havia reserva no meu nome. Tive que pagar no meu cartão e só dois meses depois a CVC me ressarciu. Passeio foi de stress. Uma empresa extremamente irresponsável.

Mirele · 16 de abril de 2019 às 10:25

Bom dia,
Recebi um vale presente no valor de R$2.000,00 e o prazo para ser utilizado passou 2 meses por conta que a empresa comprou 3 meses antes de dar a premiação,por isso esse prazo foi calculado errado e acabei passando .
Fui a loja da CVC no shopping Metropolitano no RJ e a vendedora Raquel ficou de resolver meu caso,nisso se passaram quase 3 meses e eu sempre cobrando uma resposta dela, a mesma sempre demorando para me retornar e falando que estava ocupada e que eu deveria ter procurado outra loja para resolver.
Fiquei surpresa com o atendimento, sendo uma empresa no porte da CVC .
Não acho justo a minha empresa ter pago um vale presente e eu não poder utilizar,já que esse valor já está pago pela empresa.
Espero ter o retorno de vocês para solucionar meu caso.
Att,
Mirele Junqueira.

Mayara · 15 de abril de 2019 às 11:32

Bom dia,
Fiz uma compra de passagem pelo submarino que e pela querida CVC, e cancelaram, estou tentando pela decima segunda vez entrar em contato para saber como sera realizado o reembolso, e por coincidência toda vez a ligação cai…ESTOU A 47 MINUTOS NA LINHA PELA DÉCIMA SEGUNDA VEZ…aguardando apenas uma informação de REEMBOLSOO!!!!!!!!!!!
Deixo aqui a minha insatisfação para com o atendimento péssimo da CVC…

Leonardo Luiz Rosa · 27 de março de 2019 às 23:00

Bom senhores,
Chegamos no hotel no sábado a noite e fomos alocados no quarto 311, ao chegar neste quarto, percebemos que o piso estava cheio de água e marcas de pés sujos, fomos até a recepção e ao informar ao recepcionista a situação, o mesmo nos trocou de quarto e nos alocaram no 318. (Diante da situação, fiquei me perguntando se os lençóis do quarto 311 haviam sido trocados ou se alguém já tinha usado antes de nós).Aparentemente estava tudo em ordem no 318: limpeza, acomodação, ar condicionado, etc.
Estávamos muito cansados e logo adormecemos, no outro dia saímos cedo para o city tour e somente voltamos no final da tarde, percebemos que estava quente o quarto, porém o ar parecia está funcionando, aparecia no visor 7 ºC, mas ainda estava um pouco quente, porém fomos descansar e ai tivemos uma noite horrorosa.
Logo pela manhã fizemos a reclamação na recepção e foi um funcionário e testou o ar condicionado, concluindo que o mesmo estava sem gás, mas que seria resolvido em seguida, pois era coisa fácil de resolver, então saímos por algum tempo e ele disse que quando voltássemos já estaria solucionado o problema, porém ao retornarmos para o hotel permanecia do mesmo jeito, nosso quarto parecia um forno de tão quente. Mais uma vez liguei na recepção para reclamar e fomos informados que o problema seria resolvido naquele mesmo dia, então foi quando ameacei dormir na recepção caso não fosse resolvido, o atendente disse que estava tentando resolver, porém eu estava dificultando (eu não queria passar pelo incomodo de trocar de quarto novamente), mas nesse momento já tínhamos outro problema que era água voltando na pia do banheiro quando ligava o chuveiro, foi então que acabei aceitando novamente ir para outro quarto (o 410), que também teve alguns contratempos como: as roupas de cama não foram trocadas nenhum dia, apenas estendidas sobre a cama; a luz da varanda não funcionava; os apagadores ao lado da cama com mal contato; falta de sabonete e o sinal de televisão estava falhando.
Achamos um absurdo ter que passar por esses constrangimentos, e não foi a primeira vez que aconteceu esse tipo de coisa em viagens pela CVC.
Não bastasse essas coisas, tivemos que pagar pelo uso do frigobar. Já nos hospedamos em vários locais e nunca foi cobrado taxa de uso deste equipamento, outro absurdo.
O café da manhã também não pode ficar de fora da lista de reclamação, além de achar muito fraco, todos os dias serviram as mesmas frutas: melancia, melão e mamão. (Detalhe: nosso país é muito rico em frutas).
Praticamente todos os dias faltava alguma coisa: café, leite, capuccino, iogurte, talheres, xícaras (teve um dia que desisti de tomar café, pois fui 3 vezes para me servir e não tinha xícara), as opções de suco e dos outros cardápios praticamente os mesmos todos os dias, na quarta-feira o ovo mexido estava com o cheiro estranho, havia algo de errado nele.
Outro detalhe bem estranho, na sexta a noite estava debaixo da nossa porta a conta do quarto e para nossa surpresa uma cobrança do uso do telefone que nós nunca usamos e ao questionar na recepção, fomos informados que deveria ter sido a camareira que fez alguma ligação.
Pois bem, no sábado enquanto esperávamos o ônibus para o traslado até o hotel a recepção estava pegando fogo de tanto calor e para não terminar com chave de outro o ônibus também estava pegando fogo e o guia pediu para fecharmos as cortinas para ajudar no resfriamento do mesmo o que não ocorreu.

CVC, acreditamos que é dever do hotel verificar periodicamente as condições e a qualidade das acomodações oferecidas aos seus clientes, é o mínimo que deve ocorrer.
Diante de todas as ocorrências, é perceptível que o interesse é apenas com o lucro, sai um cliente, coloca-se outro no lugar, qualidade das acomodações e dos equipamentos oferecidos não são verificados, tão pouco realizado as devidas manutenções preventivas e corretivas no dia-a-dia, visto que as reclamações relatadas em sites a respeito deste hotel são as mesmas e com certa frequência e aparentemente não há uma preocupação em resolver. Acreditamos que são detalhes que se levado a sério pela administração do hotel e pela CVC que é parceira do mesmo faz toda a diferença na tranquilidade e bem estar do cliente.

Espero, não precisar nos hospedar neste hotel novamente e sinceramente será revisto viajar pela CVC.
Não viajamos de graça, pagamos por nossa estadia e esperávamos ser tratados com o mínimo de respeito.
Ainda que fosse gratuito a estadia no hotel, o tratamento não poderia ser diferente.
Esperamos que de fato algo seja feito por parte da CVC para que outras pessoas não venha a passar pelo que passamos.

Atenciosamente,
Leonardo e Edna.

    Janaina lima silva costa · 31 de março de 2019 às 22:25

    Qual o hotel e qual cidade, pois fomos para foz é o hotel manaca e bem assim foi esse?

Carlos Alberto · 20 de março de 2019 às 10:39

cvc devolva meu dinheiro…. pelo amor de deus….. parem de dar prazo e nao cumprir…. quitei boletos que estavam cancelados…. so qiero meu dinheiro de volta e nunca mais fazer negociis com vcs…. pessimo atendimento por telefone, pessimo atendimento em loja fisica, pessimo pos venda. .. empresa pessima… pilantra… quero meu dinheiro devolva meu dinheiroquero meu dinheiro devolva meu dinheiroquero meu dinheiro devolva meu dinheiro

Mariana · 18 de março de 2019 às 16:07

Total insatisfação com a agência da CVC Turismo do Golden Square Shopping no ABC, av. Kennedy.

Fechei uma viagem no ano passado, como forma de pagamento, fiz em 8 vezes, a atendente Tabatha me enviou os boletos errados, com o nome da minha amiga de viagem. Por 2 meses eu paguei os boletos com o nome errado sem perceber, até que o banco começou a fazer as devidas cobranças, entrei em contato com a agência da CVC e falei com a atendente de que alguma coisa estaria acontecendo, devido as cobranças e a mesma não deu muita atenção, só no 3°mês e com muita insistência minha ela percebeu que havia um erro e resolvemos (com muita dificuldade, pois tudo era muito demorado para ser resolvido).

O meu contrato era de Agosto a Março = 8 parcelas. Mas devido a esse erro no começo eu acabei começando a pagar o boleto um mês antes do que seria o esperado, em Julho, ou seja paguei de Julho a Fevereiro = 8 parcelas. Entrei em contato com a agência novamente dois meses antes de pagar o último boleto que seria em março, já avisando o erro e para eles solucionarem o meu problemas antes que o banco fizesse outra cobrança indevida.

Mas como tudo é demorado, hoje 18/03 ainda sim recebo ligações do banco Santander me cobrando o pagamento da parcela de Março, mesmo eu tendo entrado em contato com a agência para tentar cancelar a última parcela, já que eu já havia pago as 8 parcelas do contrato, nada foi resolvido.

Desde o começo de fevereiro mando e-mails para os responsáveis, já enviei todos os comprovantes e já falei diversas vezes com a gerente da loja Fabiana e ainda assim nada foi resolvido e a pouco mais de uma semana, após a data que seria o dia do pagamento, continuo recebendo inúmeras ligações do banco Santander cobrando a parcela.

O meu caso não foi solucionado e a gerente Fabiana não me responde os e-mails enviados.

Daniela Turole · 5 de março de 2019 às 12:32

Comprei um pacote para Orlando Hotel Sheraton, embarco amanha cedo, ontem por volta das 21:30h a atendente do loja f´sica do Shoping D. pedro passou um whatzap alegando que iria me transferir de hotel de qualidade bem inferior na véspera da viagem, por indisponibilidade de vagas no Sheraton, mesmo apos ter enviado voucher e contrato, com pagamento acertado pelo cartão. Meu esposo está neste exato momento lá na loja física Campinas do Shoping D. Pedro. Que por sinal não tem nenhum gerente, apenas atendentes e a resposta é que foi passado um e mail para a CVC e que temos que aguardar até as 16h. Estou tentando contato com ouvidoria, SAC, ninguém atende.

Elizabete · 4 de março de 2019 às 13:19

Comprei uma passagem com a CVC na loja Pão de Açúcar Jabaquara em Agosto de 2018. Pedi para que as parcelas fossem colocadas no dia 07 de cada mês.
Contudo em Dezembro tive uma alteração na data de pagamento em meu trabalho (trabalho como autônoma) e agora só consigo efetuar o pagamento das parcelas ao final de cada mês. O grande problema é que passados 15 dias após o vencimento das parcelas o SANTANDER FINANCIAMENTOS começa a fazer um inferno na minha casa! Ligando TODOS os dias e cerca de 5x por dia!!! Mesmo eu atendendo as ligações, falando com o atendente e informando que irei pagar, contudo com atraso eles permanecem ligando! Estou ciente de que estou pagando as parcelas com juros! Em muitas dessas ligações quando questiono se é do Santander os atendentes desligam na minha cara! Com essa atitude vejo o quanto a empresa não é séria! Pediram que eu entrasse em contato com a CVC para verificar a possibilidade de alterar a data de vencimento, pois só a CVC poderia fazer isso. Entrei em contato e a funcionária com quem fechei a passagem disse que não é possível (Ariadne)! Mentira! Pois em Novembro não conseguia pagar o boleto, o código estava inválido, entrei em contato com ela e ela mesma emitiu os boletos novamente, com outra data (dia 8). Tenho os comprovantes de pagamento onde constam a data de vencimento (dia 8). E agora me diz que não podem alterar a data!? Tenho os e-mails para comprovar! Me disse ainda por áudio no whatsapp uma vez que: só o SANTANDER FINANCIAMENTOS é que poderia fazer a alteração na data! Fiz solicitação com a CVC pelo whatsapp, por e-mail e não tive resposta! E agora ficam um empurrando a responsabilidade um para o outro!
Quando é para vender uma passagem eles são extremamente simpáticos e prestativos. Porém quando é para resolver um problema e ajudar um cliente (que quer pagar sua compra!!!) eles fingem que o mesmo não existe! Acho isso um absurdo! Pois não se trata de eu não querer pagar! Imprevistos acontecem! Mais absurdo ainda é o Santander Financiamentos ficar ligando na minha casa, inclusive aos sábados às 8 da manhã para fazer cobranças e ameaçar colocar meu nome no SPC/SERASA. E aí quando retorno a ligação em um sábado, dizem que o horário de atendimento é de segunda a sexta! Engraçado não!?
Por gentileza, aguardo retorno para resolução de um problema de um cliente que deseja pagar sua compra e que não pretende mais fazer nenhuma compra com essa empresa, que não demonstrou nenhum cuidado e atenção com um consumidor. E além de tudo tem parceria com outra empresa (SANTANDER FINANCIAMENTOS) que não tem nenhum respeito e parece que zomba da cara dos clientes.

Amanda Suguiyama · 13 de fevereiro de 2019 às 13:44

Desde dezembro de 2018 estamos tentando realizar um orçamento com a CVC para a Disney.

Fui a duas unidades, do shopping Center Norte e do shopping Vila Olímpia, nos estipularam prazos para nos enviar o orçamento por e-mail e falaram que entrariam em contato, mas até agora nada.

Ou seja, um extremo pouco caso dos atendentes, fora a falta de delicadeza de um deles na hora do atendimento.

Não é a toa que essa agência está com tantas reclamações.

Fora que em 2018 fechamos um pacote para Gramado e chegando lá eles nem realizaram nossa reserva no hotel, ficamos esperando mais de uma hora para que os atendentes conseguissem entrar em contato com a CVC.

E ainda quando conseguimos o quarto no hotel, era um totalmente diferente do que havíamos fechado no pacote.

Lamentável o descaso da CVC com seus clientes.

    Lucilia Kotez · 18 de março de 2019 às 19:22

    Fui a diversas lojas físicas em SP em Alphaville e Tamboré. Nenhum dos atendentes conhecia os pacotes dos quais eu tinha interesse. O que é pior, não tinham noção geográfica dos países os quais eu estava interessada em conhecer. Eu até levava o código e mapinha dos pacotes constantes nos catálogos das agências parceiras. Mesmo assim nada de retornarem e enviarem as informações , sobre valores e datas , por e-mail ou que entraram em contato telefônico. Como , apenas, eu havia visto nos catálogos oferecidos pela CVC os itinerários que correspondiam ao meu interesse, por insistência , entrei em uma loja no Centro de Apoio 2 de Santana do Parnaiba onde fui muito gentilmente atendida por Angelica que apesar de tb de desconhecer o pacote, procurou me atender. Me deu o WhatsApp e começamos a nos comunicar até dar certo no fechamento de 2 pacotes. Qdo fui fazer o pagamento, resolvi ir pessoalmente à loja. Para minha surpresa eu conversava há muito tempo com outra atendente, em vista de que Angelica havia pedido demissão. Apesar de pegar “ o bonde andando”, Nathalie tentou ser o mais profissional possível, apesar de eu notar nela pouca experiência. Uma das vezes fui à loja que estava fechada em pleno dia da semana. Depois descobri que a atendente não tinha nem mesmo condições de ir trabalhar tanto por falta de condições psicológicas quantode dinheiro ( não recebia há meses). No dia que a encontrei , deixei, por insistência minha , dinheiro para que comprasse um lanche, já que a vi comendo arroz puro da marmita que levara. Resultado: meus vouchers saíram no sábado anterior à segunda-feira na qual eu viajaria. Pacote Tailândia (05/02 a 11/02 de 2019/Grupo 5 pessoas. Guia da Asia Tour- cognome PEPSI, despreparado. Fraco de conteúdo( grosseiro quando não sabia responder algo inerente ao contexto) e pobre no idioma espanhol, apesar de se esforçar muiiito. Não deu conta de 5 pessoas ( perdeu de vista minha parceira de viagem , que estava à 20m de distância à frente dele e deu chilique dizendo que a deixaria por lá. Uma das turistas do grupo , meio atônita, a indicou à ele.Apesar de haver dito que foi ele quem recebeu , o grupo da CVC,para fecharem um roteiro, colocou a culpa na empresa quando o questionei sobre a alteração do roteiro sem nos comunicar. Disse não haver tempo hábil para cumprir o itinerário descrito na programação. Pacote Vietnã/Camboja (27/02 a 11/03)- circuito1: Hanoi/ Halong Bay/ Exo Travel/ Guia cognome Juan. Conteúdo sofrível. Idioma espanhol razoável. Disse que teríamos tempo para nos compormos no aeroporto após o Cruzeiro pela Halong Bay, O que não ocorreu. Alterou o roteiro dizendo que a estrada para o aeroporto de Hanoi estaria fechada e que o horário de abertura era um segredo de estado. Teríamos que aguardar até que dessem sinal verde. Fez decidirmos o roteiro sem que na verdade, não tínhamos noção daquilo que seria mais adequado. Nos levou para visitar um pagode no meio do caminho que não constava da programação ( talvez porque não era local turístico). Não permitiu que usássemos os toiletes dizendo que por lá não existiam(?). Não fez parada técnica num percurso de 5 horas. Chegamos em com o checkin do voo em processo adiantado. Largaram a nossa bagagem na calçada do aeroporto, todos desesperados para arrumar a bagagem na calçada, com vontade de ir ao banheiro e o tal do Juan na pressão para pegarmos a fila do checkin. Surreal!! Circuito 2: Hoi An Hue/Exo Travel/ Guia cognome Pepe- EXCELENTE. Circuito 3: HoChiMinh/ Exo Travel / Guia Toian ( acho..). Apesar de ser meiga e boa pessoa, muito Inexperiente profissionalmente, idioma espanhol sofrível. Circuito 4 Camboja/ Exo Travel/ Guia cognome Carlos. Pouco conteúdo, conversação de péssima fluência. Não se entendia o que ele falava, percebia-se que repetia sobre sua vida pessoal e sobre a situação do país referente à “ supremacia “ dos vietnamitas em relação aos cambojanos Também não entendia o que falávamos. Nada atencioso. Soube da dificuldade que tive para caminhar devido à uma crise do nervo ciático ( cheguei a ir para o Pronto Atendimento em Hospital Vietnamita). Não era capaz de auxiliar nas subidas e descidas dos transportes ou mesmo reservar assento no barco em um passeio. Precisei sentar nopi piso. Para piorar não me aguardou me buscou e nem me aguardou na caminhada em torno de um monumento em Angkor Wat, mesmo eu tendo avisado que não faria o roteiro completo por não ter condições de acompanhar o ritmo do grupo. Teria sido fácil me encontrar. Foi embora e apenas voltou pelos pedidos do grupo. Fazia intenso calor e quase precisei pegar um tuktuk para voltar ao hotel. Não distribuía água e nem os tais lenços refrescantes. Além disso comunicou a mim e à minha parceira que o nosso ingresso no parque arqueológico de Angkor Wat seria apenas de 1 dia. Apenas nós 2(?) Ficamos 1 tarde inteira sem programação. Enfim, tour caro e que não correspondeu às nossas expectativas

Eduardo Amorim · 30 de janeiro de 2019 às 10:14

Comprei passagens para Miami para julho de 2019, junto a CVC São Bento, no qual o VOO e da Avianca, que já publicou desde o dia 16/01 que não vai fazer mais voos para Miami, a partir de 01/04. Desde o dia 17/01 estou em contato para conseguir alterar meu voo ou solicitar o reembolso para eu comprar outra passagem, pois já tenho tudo fechado na Disney, mas o descaso é tão grande, primeiro eu que tive que passar a noticia para eles que a Avianca não faria mais esses voos, ai me pergunto, como uma agencia de viagens não sabe disso, segundo que estou ligando todos os dias e não tenho retorno, a vendedora que comprei foi transferida de loja e disse que ela não tem o que fazer, e me passou o contato do gerente, que nunca atende, deixo recado e não retorna, quer dizer para vender me ligavam de 1 em 1 minuto, agora na hora do problema, somem.

Marcelo Beneti · 28 de janeiro de 2019 às 13:31

Boa tarde,

venho através deste meio de comunicação reclamar dos serviços da CVC, comprei um pacote para Buenos Aires na CVC de Santo André (Plaza Shopping ABC na Avenida Industrial), tive um excelente atendimento por parte do Rogério, da Raquel e da Tatiana, muito educados e prestativos. Viajei no dia 05/01/2019 Voo 773 Qatar Airways às 19h30 com previsão de chegada para as 21h20 em Buenos Aires aeroporto EZEIZA, quando cheguei no aeroporto de Buenos Aires começaram os problemas, primeiro o voo atrasou por volta de 15 a 20 minutos, depois tivemos que passar pelo setor de imigração que estava lotado, não tinha sinal de celular, de acordo com a CVC o traslado espera uma hora apenas, conclusão: não consegui pegar o traslado, pois o motorista da CVC foi embora, tive que pagar 980 pesos para ir até o hotel Pestana, expliquei toda a situação para a CVC sobre o atraso do avião, a imigração estar lotada e a falta de sinal de celular e mesmo assim não querem me reembolsar, ou seja, um absurdo, falta de compreensão, descaso com o cliente, nunca mais viajo pela CVC e exijo o reembolso do meu gasto, pois mesmo explicando toda a situação negaram por duas vezes, estou decepcionado com a CVC, não desistirei do reembolso, pois não tenho culpa que o avião atrasou, o setor de imigração estava lotado, sem sinal de celular, essa CVC não tem sensibilidade nenhuma com seus clientes, ou seja é horrível. Fico no aguardo de uma solução urgente. Segue anexo o recibo do táxi que tive que pegar. Não aconselho a ninguém usar a CVC. Esperei muito mais de uma hora no setor de imigração. Tenha bom senso CVC.

Elmo Esteves de Souza Junior · 24 de janeiro de 2019 às 17:51

AI CVC TENHO QUE IMPLORAR PARA VCS AJUSTAREM MEU CONTRATO??? DESCASO TOTAL ! ESXTOU A 2 SEMANAS ESPERANDO ALGUEM DE VOCES ME LIGAR PRA RESOLVER MINHA SITUACAO!!! DE QUE ADIANTA SER GRANDE E COMETER ERROS DE PEQUENOS?

Patricia Pimentel · 21 de janeiro de 2019 às 01:27

Descaso e descuido com os passageiros. Programaram um passeio de balão pra nós na capadocia as quatro da manhã. Estamos acordados desde as três num frio de 7 graus negativos, sem café da manhã e ninguém apareceu nem entrou em contato conosco. Já são seis e meia e até agora nada. Sem contar q em Istambul tbm ninguém entrou em contato e ficamos três horas na recepção do hotel aguardando nos buscarem pra levar pro aeroporto. Uma vergonha

Caroline · 15 de janeiro de 2019 às 08:06

Caros, bom dia!

No dia 04/01/2019, eu estava em Arraial do Cabo e sofri um acidente, devendo retornar para São Paulo para os devidos cuidados.
Entrei em contato com a CVC para antecipação de meu voo ( N7P8FZ) já programado para 07/01/2019 ás 14:25h, por questões médicas e fui informada que foi realizada uma solicitação de antecipação junto a Avianca e que entrariam em contato comigo, porém, esse contato não aconteceu.

Cheguei ao RJ, Aeroporto Santos Dumont, na Sexta-Feira 04/01/2019 e fui informada pela Avianca que não havia nenhuma solicitação de transferência de voo e eu não fui contatada em momento algum pela CVC novamente.
Efetuei a compra de um novo bilhete de embarque, no valor de R$ 525,00 e retornei a SP, diretamente ao hospital.
Precisei ficar imobilizada e afastada.

No dia 05/01 entrei em contato com a CVC novamente e menos de cinco minutos após a ligação recebi esse e-mail informando que não teria vaga para antecipação de voo. Pude entender que a CVC não deu a minima importância ao meu problema e que no dia seguinte eles encaminharam um e-mail somente de formalização, não entendendo que eu já havia pego o voo.

A atendente no dia 05/01 me informou que entrariam em contato comigo para formalizar a situação do meu voo pendente, uma vez que não foi utilizado e eu poderia utilizar em prazo de até 18 meses.

Como fica a situação?

Poderiam me respaldar?

Fico aguardo.

Desde já agradeço.

Caroline Manso

SIMONE BARBOSA DA SILVA · 13 de janeiro de 2019 às 12:40

Boa dia a todos,

Infelizmente estou deixando registrado uma reclamação e feedback após ter realizado o pacote (5.18679.010201 DE 02 a 08/01/2019), com saída de São Paulo com destino a Ilheus/BA com minha família, junto a CVC.

Ficamos hospedados no HOTEL LA DOLCE VITA, um dos Hoteis que a CVC oferece no pacote.

Fomos recebidos pela empresa GROU TURISMO (Transfer – empresa credenciada junto a CVC), onde já nos foi oferecido passeios para toda a semana seguinte.
Chegamos em 02/01/2019 e já fechamos o pacote com a Grou Turismo para o dia seguinte (ITACARÉ).

Ao chegar no Hotel fomos recebidos no quarto com o frigobar totalmente vazio e o chão do quarto sujo, cheio de areia. Como chegamos por volta de umas 15h30 ou 16h00 (não me recordo o horário exato), deixamos para reclamar depois e fomos almoçar no hotel mesmo. O rapaz que nos recebeu não se deu ao trabalho de apresentar o hotel.
Após nosso almoço, perguntamos ao rapaz que nos atendia no restaurante onde encontraríamos um supermercado mais próximo e recebemos a resposta que podíamos perguntar na recepção que lá nos informaríamos. Uma pessoa extremamente séria e antipática.
Fomos até a recepção onde o atendente NÃO soube explicar onde encontraríamos um. Questionei se devíamos nos preocupar com assalto ou violência e ele nos respondeu que DEPENDE. QUESTIONEI DO QUE DEPENDERIA e ele nos informou que depende do horário. Desta forma, questionei qual o horário que ele entendia ser perigoso e ele não soube responder. Saímos do Hotel a pé e fora do Hotel fomos perguntando na rua onde acharíamos um supermercado.

Ao deitar, nos deparamos com duas tomadas no quarto (as tomadas ao lado da cama) sem funcionar. O quarto possuía uma cama de casal e duas de solteiro. Somente a tomada da cama de casal funcionada, por isso tive que deixar meu celular carregando no banheiro.

No dia seguinte após o café da manha, passei na recepção e comentei sobre o chão e fui informada que seria limpo. Disseram que provavelmente foi limpo MAS A FAXINEIRA deixou a porta aberta. Enfim, no horário da limpeza do quarto realmente limparam.
Quanto as tomadas, comentei e solicitei que arrumassem pois não ia ficar carregando meu celular no banheiro e usaria ele ao deitar. Fui informada que seria verificado.

No dia seguinte fomos realizar o passeio com a GROU TURISMO que havia nos informado que o pacote escolhido teria o percurso de 2 horas ida e duas horas volta. Primeiramente ficamos quase 3h30 dentro da van para ida e mais 3h30 para volta. O motorista dirigia muito mal. Subia em cima de guias, ultrapassava sem a mínima responsabilidade. Todos nós ficamos inseguros.
Na última fileira da Van, cabiam 03 pessoas e meu pai (61 anos/idoso) foi nesta fileira. Não havia lugar para segurar. As pessoas que estavam nesta fileira iam escorregando. Ao lado do meu pai um senhor reclamou de dor de coluna e pediu para trocar de lugar na volta.
Ao chegar a Guia nos recebeu (esta foi simpática, ao menos) e nos informou que visitaríamos o mirante da praia TIRIRICA e depois disso iríamos para a praia de Itacaré. Em nenhum momento a GROU TURISMO nos informou que a subida seria perigosa para pessoas de idade. Tivemos quase que carregar meu pai para que ele pudesse ver algo. Subimos até esse lugar, olhamos a praia de Tiririca e já saímos. Estava um calor surreal, e caminhamos uns 10 minutos para nada. Quanto a isso levanto duas questões: a segurança do turista e a informação do que será oferecido. Após a volta ficamos na praia de Itacaré.
No retorno nos organizamos melhor para que todos pudessem suportar a volta e chegamos bem.

Neste momento tivemos a certeza que não devíamos mais fechar pacotes com esta empresa e por isso ficamos os demais dias somente no hotel. Tivemos que deixar de conhecer lugares, em razão da empresa que oferecia os pacotes.
Meus pais são pessoas de idade, não poderia coloca-los em uma situação perigosa.

Após uns dois dias tivemos conhecimento dentro do Hotel de uma pessoa que caiu em um buraco neste mirante e teve fratura exposta e em um outro passeio de cachoeira com esta empresa, onde um casal que estava hospedado no Hotel nos contou que a esposa dele não conseguiu subir, pois ninguém avisou que seria difícil e perigoso. Após reclamar muito resolveram subir a esposa dele de carro e ao chegar na cachoeira havia apenas uma corda para segurança, onde a esposa dele quase escorregou e o filho dele segurou a mãe. Caso contrário ela teria se ferido.
Ou seja, esta empresa GROU opera sem nenhuma preocupação de segurança mínima com os turistas. Apos este relado, um casal de irmas que estavam hospedadas cancelaram e estão brigando para conseguir a devolução do dinheiro. Eu mesma como advogada, ajudei e orientei ela em como agir neste caso.
Foi nítido a insatisfação de diversas pessoas hospedadas.

Enfim, ainda quanto a assunto da tomada cobrei pessoalmente três dias seguidos. O senhor que nos foi indicado como quem arrumaria toda vez que me via dizia, estou indo lá….e nunca apareceu.
Até que um dia, fomos a praia e voltamos para tomar banho e nosso quarto ainda não estava arrumado. Por isso fui a recepção e solicitei toalhas limpas.
Em resposta, a moça da recepção de forma muito mal educada me disse: estamos sem toalha use a de ontem.
Neste momento eu perdi minha paciência e levantei a voz, dizendo que realmente o atendimento do hotel é uma porcaria. Ao escutar minha voz, o rapaz da tomada apareceu e aproveitei e falei que estava também a três dias aguardando o Sr.resolver. Como resposta ele disse: mas tem a tomada do abajur. Ou seja,ele estava mesmo me enrolando.
Após meu escândalo na recepção, apareceram as toalhas que não existiam e as duas tomadas foram arrumadas em cinco minutos. Como em um lugar de quase 40 graus, onde tomamos de dois a três banhos por dia vamos usar a mesma toalha molhada do dia anterior?
Eu nunca vi este tipo de atendimento em um hotel

Neste momento via ZAP entrei com contato com o Sr. ALISON da CVC solicitando uma atenção para que pudesse nos ajudar no atendimento do HOTEL. Recebi o retorno deste imediatamente, mas claro que ele não conseguiu ajudar muito por telefone.

Outras duas situações absurdas, ao arrumar os quartos o HOTEL NÃO colocava papel higiênico nos quartos. Tanto nós quanto pessoas que conhecemos no hotel tínhamos que ir até a recepção e pegar dois rolos todos os dias. Se não, não tinha.

Ainda, costumávamos ficar entre a piscina e a praia. Deixamos nossas sacolas de praias na cadeira da piscina e íamos a praia, depois voltávamos.
Até que um dia uma família estranha, NÃO HOSPEDADA no Hotel entrou, ENTROU na piscina, tirou fotos e ninguém do hotel fez nada.
Ai eu pergunto, que segurança não? Se eles tivessem entrado e levado algo, ninguém viria.
A partir desse dia não levávamos mais carteira ou celular para piscina. Somente o básico.

Os lençóis dos quartos tinham manchas amarelas. Ficamos de 02 a 08/ e em todos os dias NÃO colocaram nada no frigobar.

Tivemos conhecimento de um quarto próximo onde o ar condicionado deu um problema e o quarto estava todo molhado. A família reclamou por volta das 16h00 e foram arrumar as 10h00 do dia seguinte.

Neste momento percebi que não adiantava reclamar que teria que suportar até o dia 08/01.

Para completar no momento em que fui fechar a conta no hotel, me entregaram um papel escrito (restaurante) e o valor. Solicitei o detalhamento do que foi consumido. Tiveram que caçar papelzinho por palelzinho para conseguir me mostrar. Fiz questão de esperar e claro, foi cobrado além do solicitado.
Como eu anoto tudo reclamei e eles tiraram.
Eu até trouxe comigo este papel.

Uma outra questão que gostaria que fosse verificado, ao fechar o pacote com a CVC, alinhamos para deixar as três pessoas juntas no avião. Ida e volta. Meus pais são de idade.
Na ida tudo bem, já na volta um ficou no meio e dois no corredor.
Janela ocupada. Gostara de saber onde foi o equívoco.

Este não foi o primeiro pacote que faço pela CVC ( só em 2017 deixei com vocês chutando baixo uns R$ 17.000.00.).

Sempre escolhi a CVC pelo alto nível de atendimento, com a certeza de viajar com segurança e caso ocorresse algo sabia que poderia contar com a CVC.
Todo ano antes de fechar o pacote, consulto várias empresas com valores sempre abaixo da CVC, mas eu confiava na CVC e acaba pagando de olhos fechados. Eu me sentir segura.
Isso acabou, se for para fechar as cegas, a partir hoje irei pelo menor preço.
Não sei qual ao controle de qualidade que possuem, como o credenciamento de parceiros é realizado mas posso garantir que em Ilheus, o atendimento, a segurança e a preocupação com o turista NÃO EXISTE.
Sugiro a CVC que trabalhem com HOTEIS/POUSADAS E PARCEIROS DE TRANSFER que possam oferecer um bom atendimento.
Isso por que não peguei a pousada mais simples, na verdade eu peguei o melhor hotel entre as opções.

Realmente é decepcionante se estressar no momento que deveria ser de descanso, um momento para repor as energias e curtir as férias.
Vocês acabaram de perder no mínimo uns 20 clientes pois familiares e amigos já souberam o que ocorreu.
Eu com certeza em 2019 procurarei uma empresa com melhor preço para minhas férias. Se algum aborrecimento acontecer, eu pelo menor vou pensar que paguei pouco.
Pois acabo de fazer um pacote de R$ 10.000,00 para ter que implorar por um papel higiênico, uma toalha limpa, um chão limpo.
Ah a TV não dava para utiliza-la. Saiu do ar a cada meia hora mais ou menos.

Enfim, fica aqui meu feedback.
Eu espero de verdade que meu retorno sirva para algo no sentido de não haver mais pessoas lesadas neste sentido. Pois posso garantir que é revoltante passar por isso nas férias.
Sugiro que ou melhoram o nível de atendimento ou ofereçam uma grande redução de preços.

Atenciosamente
Simone Barbosa

Simone Barbosa da Silva

11 96935 12 55 – Oi

Thiago Costa · 4 de janeiro de 2019 às 13:45

Olá Senhores, boa tarde!

Venho aqui registrar a minha indiguinação, de uma compra de duas passagens áreas adquirida na CVC / LOJA DO JABAQUARA – CARREFUOR. LOCALIZADA, ENTRE; AV: Engenheiro Arruda e Eng. Coubiser.

Comprei duas passagens aréas pra mim e minha esposa, elas foram compradas em setembro devido o custo, a nossa viagem estava Programada para dia 25/01/2019 SP/RC Ida e Volta dia 01/02/2019. Se programamos antes devido ser a nossa primeira viajem.
MAIS, aconteceu um imprevisto DEVIDO ao trabalho ser dia 28/01/2019. Então me dirigi até a Loja da CVC. Expliquei a situação pra vendedora que me vendeu, ela me disse que as nossas passagens áreas era PROMOCIONAL, eu disse ela nossa e agora! não consegue fazer nada. Ela me respondeu que as taxas dessa tarifa, compensava eu adquirir outra passagem. Eu fiquei sem reação no momento, mais animado pela nossa viagem pq a gente vai comemorar nosso aniversário de casamento. Sai da LOJA e falei com minha esposa se não tinha como conversar no trabalho. Mais não conseguimos devido as voltas as aulas e ela ser Professora. Então procuramos nós informar com a outra vendedora de passagens áreas. Ela disse calma, pediu pra passar o localizador, até o momento nem sabia o que era devido ser a primeira vez comprando uma passagem área. Ela nos disse que nossa passagem era PLUS. Que temos direito a trocar as datas e que tinha as taxas a serem pagas, fiquei mais aliviado nesse momento. Retornei na LOJA da CVC no mesmo dia 10/12/2019. Procurei a Vendedora novamente e sem faltar com respeito a ela, pq até mesmo queria apenas resolver meu caso. Disse a ela moça eu conferi e minha passagem a PLUS e consigo alterar a DATA, ela me respondeu que ia VER, que isso era em outro departamento, e pediu meu telefone; que a noite ou no dia seguinte iria me ligar, a noite qdo peguei minha esposa no Trabalho, tinha que passar no mercado e me dirigi até a loja e Perguntei. Ela me respondeu Amigo não consegui ainda, dissemos moça sera que até amanhã vc consegue que seria na TERÇA dia 11/12/2018. Nesse episodio TODO, eu já me senti engado no Primeiro MOMENTO que ela disse que minha passagem era Promocional e que compensava comprar outra e OUTRA vez foi por ela ter escondido informação sobre a minha passagem. Porque na verdade eu só queria resolver meu caso. Enfim chegou TERÇA 11/12, passou o dia todo nada dela ligar, Quando foi a noite na volta do trabalho eu e minha esposa fomos até ao aeroporto e até loja da GOL. Explicamos a atendente o Ocorrido ela muito atenciosa disse olha vou VERIFICAR aqui pra vcs ok. Realmente sua passagem a PLUS e vcs vão pagar TAXA pra mudar a data, pedimos a ela que imprimisse. Ela falou procura a CVC pq vcs consegue remarcar, disse a ela muito obrigado pela atenção, nisso eu e minha esposa já estava muito triste por tudo o OCORRIDO, falei é não tem jeito a minha esposa vamos ter que pagar as TAXAS, que é REGRA da empresa, mais não ia ter que comprar outra passagem novamente, mesno mau. Mais na CVC eles ainda estava verificando essa possibilidade, aonde não deu retorno o dia todo. Como é caminho pra casa, A gente foi até loja a Vendedora já tinha ido embora, então falamos com outro Vendedor, Minha esposa e eu Disse; Moço a Janaina não esta, ele disse não só amanhã. Então disse a ele não tem problema pode ser com vc, explicamos a ele toda a situação, ele DISSE; EU não posso ajudar vcs pq não foi eu que vendi a passagem pra vcs, DISSEMOS; Como assim vc não representa a CVC. ele disse sim, mais eu não estou ganhando comissão nessa venda, mais te tando falar que isso não era certo ele disse vou ver aqui, e falamos a ele que nossa passagem era PLUS e que ele passasse realmente o valor da TAXA e em caso de cancelamento da passagem como fazia. Ele disse é o certo não era cancelar, aconteceu um imprevisto neh, respondemos SIM. ele falou vou passar o telefone do SAC DA CVC, porque não resolvemos isso aqui apenas vendemos eu só sou o vendedor, dissemos nossa como assim moço, não pode ajudar a gente só queremos uma solução para nosso problema; ele DISSE então aqui unica coisa que consigo é verificar a passagem, então ele imprimiu um DOCUMENTO aonde tinha % das taxas e % de reembolso, perguntamos mais vc não pode passar +ou- o valor, ele respondeu olha nem foi eu que vendi a PASSAGEM pra vcs e não consigo passar os valores, vcs liga no SAC e ver isso lá, Dissemos então queremos por escrito pq não pode ligar; ele disse que isso é regra da CVC, QUE ele só faz a venda e que em casos de valores era só no SAC. Dissemos, moço só queremos que ajuda a gente, só ajudar, ele NÃO querendo ajudar deste o inicio falou que não podia e tudo mais, que já estava ajudando que só de imprimir o papel com as TAXAS JA estava ajudando, falamos moço esconder documento e informações do cliente, não pode e só um motivo ter ir procurar nossos direitos, que só queria uma solução, ele se revoltou levantou e rasgou o papel na nossa frente e ficamos assutados pela situação e pediu pra sairmos da LOJA que era pra ir no PROCON, SERASA, AONDE A GENTE QUISER, que não ajudar a gente. Foi assustador e muito constrangedor pelo fato dele não saber o que dizer e sempre dizer que não ia ajudar porque não estava ganhando comissão, não foi uma agressão física mais sim uma agressão constrangedora e muito vulgar, até a loja de café achou a situação absurda, pode procurar nas gravações da loja e perguntar pra outra funcionária que estava presente, pq em momento algum faltamos com respeito a ele ao contrario ele sempre arrogante! Porque ele não tem condições de resolver o caso, apenas queria que nos ajudasse devido ser nossa PRIMEIRA COMPRA e tb não importa, eu e minha esposa estava ciente das TAXAS, porque se vc tem direito de pagar se quer duzentos reais a menos na compra de outra passagem já é alguma coisa é MELHOR do que o Representante virar pra você e dizer que é melhor comprar outra, e descobrir por outra Agencia que tinha possibilidade de economizar um pouco!!! Nosso ATENDIMENTO foi muito mais muito mal e muito agressivo!!! Eu e minha esposa saiamos da LOJA como foi pedido, e ela chegou aos trancos em casa que queria desistir de tudo, não foi até loja pedir pra marcar sem os custo, apenas fui até a CVC buscar informações e AJUDA como poderia lidar com o nosso casso. Porque confie na CVC. Comprei outra passagem no mesmo dia a noite e retornei no dia seguinte e pra pedir o CANCELAMENTO E REEMBOLSO.

Franciele Rodrigues Storer · 3 de janeiro de 2019 às 23:58

Olá estou com um problema no dia 31 fiz uma compra das 4 passagens de ida e volta para Recife do dia 16 de julho e volta 24 de julho comprei as passagens pelo site e selecionei a opção 4 vezes no cartão só que a confirmação que veio no meu e-mail dizia que era em uma vez, não sei o que houve, mas não podemos pagar em uma parcela só se foi selecionado para pagamento parcelado, foi feito duas compras cada uma em um cartão diferente ambos aconteceram mesma coisa selecionei as quatro vezes e depois de alguns minutos chegou o e-mail de confirmação que veio uma parcela e ainda dizendo opção escolhida 1x de … Mas não tem como pois revisei antes da compra. Já tentei entrar em contato por e-mail e o atendimento aos cliente aparece a mensagem que ocorreu um erro no envio da mensagem, Tentei realizar o cadastro para acompanhar a compra, mas não consigo finalizar o mesmo porque não aceita o número do telefone de ninguém já tentei vários além do meu, espero poder resolver isso o mais breve possível.

André Fernando Meraio · 28 de dezembro de 2018 às 23:21

Meu nome é André e já sou cliente da CVC a alguns anos e nunca tive nenhum problema mas hoje dia 28/12/2018 cheguei num hotel em Natal chamado de Praia Mar fomos muito bem atendidos na recepção mas quando chegamos nas dependência do hotel estava tudo horrível o hotel está em obras em frente a piscina os quartos TODOS com muita humildade e bolor e com muito cheiro dentro dos quartis, paguei por algo que era uma inverdade estou com duas senhoras de 70 anos com problemas respiratórios e não teve jeito tive que ficar em um quarto horrivel, liguei para a CVC para nos trocar de hotel até mesmo se tivesse que pagar alguma diferença e até agora nenhuma resposta, acho uma falta de responsabilidade da empresa em nós vender um pacote que nas fotos são lindos e chegando aqui uma coisa horrível. Tirei foto de tudo e mandei para um celular que me passaram, espero um retorno urgente pois vou atrás dos meus direitos de não entrarem em contato comigo.

Alessandra Ronconi · 21 de dezembro de 2018 às 16:58

quase nenhuma opção, as que possuem estão mal preparadas, carnes duras e frutas passadas, legumes impossível comer, a mesma comida do almoço é requentado na janta..não muda nada no cardápio….nenhum suco natural (nem laranja), pão duro, cerveja da mais barata e vodka péssima qualidade servidos em copo de plástico. Os lanches não tem como comer, pão ruim e hambúrguer tem cheiro forte. Ainda gastamos comendo fora pois e comida era péssima.
Piscinas sujas, escadinhas de acesso às piscinas infantil quebradas, os escorregadores são uma piada… tudo muito mal cuidado.
Uma pena, não foi nada daquilo que pagamos. Solicito ressarcimento do prejuízo.

Thiago · 20 de dezembro de 2018 às 23:25

Adquiri em 30/04/18 na CVC Shop. Barra Salvador/Ba pacote do MSC FANTASIA de 16 a 24/02/2019 (RJ. Montevidéu, Punta Del Leste, Ilha Bela, RJ, VISTA MAR, RESERVA 29501864, no valor de R$ 7.583,00.

Contudo, em consulta ao site verifique a alteração unilateral da rota para Buenos Aires e informei a MSC, através da CVC, em 15/10/2018, que não possuía interesse na modificação do pacote e requeri o cancelamento da reserva e o REEMBOLSO INTEGRAL DO VALOR PAGO, nos termos do item 12.3,d, do contrato.

A MSC de forma contrária procedeu com o estorno no cartão de crédito de apenas de R$6.074,25, restando ainda a devolução de R$1.508,75.

Já assinei a desistência do seguro como solicitado para a devolução do restante do valor mas até a presente não obtive qq resposta da CVC.

Desta forma, aguardo com urgência retorno e resposta da empresa no tocante a retenção do valor e da devolução integral, prevista contratualmente, evitando, assim, maiores transtornos e prejuízo para ambas as partes.

Marco A. Rodrigues · 14 de dezembro de 2018 às 17:02

Prezados(as) Senhores(as)

Em Maio de 2018, eu e minha mulher Edna S.Figueiredo CPF 082 484 888 70, fizemos uma viagem para Porto de Galinhas onde fomos mal atendidos….na volta fomos reclamar na loja (extra marginal) SP onde compramos o pacote…onde o vendedor pediu para fazermos um relatório do ocorrido para enviar para os superiores dele.

Entregamos o relatório e até agora …já se passaram 6 (seis) meses..não tivemos respostas.

Segue cópia do relatório abaixo:

Descontentamento:

Relatamos que em 17/05/18, fizemos nossa viagem rumo a Porto de Galinhas PE, com hospedagem programada na pousada Recanto dos Passarinhos.

Ao chegarmos à pousada, nos deparamos com uma situação nada agradável:
 Quarto, sem cortinas, com janela e portas de vidro canelado ao lado da recepção,
 Sem privacidade alguma, não havia guarda roupas, TV sem sinal, wifi sem sinal, quarto muito abafado.

 De imediato solicitamos a troca de quarto, o responsável pelo local disse que iria providenciar somente a após as 18hs, porque o melhor quarto estava ocupado e os hospedes fariam o check out após esse horário.

Concordamos e saímos para almoçar, aí constatamos que a pousada é muito longe do centro, sem transporte fácil, fomos de táxi.

 Demos inicio a contatar a CVC (Sr. Luiz Carlos) com quem compramos o passeio, para relatar nosso descontentamento com a situação.
À noite, aguardamos a desocupação do quarto e ao trocarmos vimos que:-
 O melhor quarto também sem cortina,
 Banheiro com formigas,
 Fezes de ratos com um buraco no teto que acreditamos tenham dado acesso ao animal…… Enfim.
 Passamos a noite acordados e pela manhã saímos para o passeio contratado, mas decididos de que o local não era nada do que esperávamos.

 Ao retornarmos do passeio comunicamos nossa insatisfação ao responsável pela Pousada Recanto dos Passarinhos, o qual foi muito solícito e gentil, entendeu o nosso posicionamento diante da situação.

Em 18/5/18, continuamos contato com a CVC (Sr. Luiz Carlos) via wattsap, e,
Durante o passeio fomos contatados pelo Sr. Airon da’’ Luck receptivo’’;

Segue abaixo cópia da conversa por wattsap:

“ [18/5 1:30 PM] Luckreceptivo: Boa tarde sra Edna
[18/5 1:30 PM]Luckreceptivo: Sou o Airon, da Luck Receptivo, do setor de assistência aos clientes da CVC [18/5 1:31 PM] Luckreceptivo: Recebi a informação de vocês estavam insatisfeitos com a Pousada Recanto do Passarinho
[18/5 1:31 PM] Luckreceptivo: O responsável pela Pousada me informou que vocês foram trocados de quarto
[18/5 1:32 PM] Luckreceptivo: A insatisfação continua?
[18/5 1:50 PM] Edna Figueiredo: Sim. Continua
[18/5 2:00 PM] Edna Figueiredo: Entendemos que pousada é mais simples que hotel, mas o básico tem que ter. Não tem: Cortina nas janelas, tv só pega um canal (péssima imagem com chuvisco), não tem wi-fi, quarto com muito pernilongo se for pontuar vou ficar a tarde relatando.

Ponto fortíssimo é a boa vontade do casal, simpáticos e educados, mas só isso não é suficiente.
Já fizemos outras viagens com a CVC e sempre ficamos muito satisfeitos e sempre indicamos aos amigos e familiares.
Agora Pousada tem que ter uma boa estrutura. Se tiver alguma outra próxima ao centro de convívio agradecemos. Boa tarde.
[18/5 2:24 PM] Luckreceptivo: Sra Edna
[18/5 2:24 PM] Luckreceptivo: Entendo
[18/5 2:26 PM] Luckreceptivo: Neste caso, podemos ver outra pousada, porém, se houver diferença de tarifa, está deverá ser paga por vocês na hora do novo check in
[18/5 2:26 PM] Luckreceptivo: Esse pagamento é somente à vista e em espécie
18/5 2:26 PM] Luckreceptivo: Não aceitamos cartões de débito e nem de crédito. Nem transação bancária e nem cheques
18/5 2:28 PM] Luckreceptivo: E o transporte entre as pousadas também é por sua conta
[18/5 2:28 PM] Luckreceptivo: Estou verificando as opções disponíveis e assim que tiver os nomes e os valores, lhe informo.
[18/5 2:47 PM] Edna Figueiredo: Ok! fazer o quê??? Ficamos no aguardo…
[18/5 3:06 PM] Luckreceptivo: Sra Edna
[18/5 3:09 PM] Luckreceptivo: As opções que consegui vaga e com menor custo pela troca, são as seguintes:
[18/5 3:10 PM] Luckreceptivo: Pousada Morada Azul, com o custo de R$ 610,00; Pousada Recanto dos Corais, com o custo de R$ 710,00.
[18/5 3:10 PM] Luckreceptivo: Ambas na vila de Porto
[18/5 3:11 PM] Luckreceptivo: Porém, não no miolo da vila.
[18/5 3:25 PM] Edna Figueiredo: Ok, ficamos então com a Pousada Recanto dos corais. Aguardo seu contato com orientações
[18/5 3:29 PM] Luckreceptivo: Certo
[18/5 3:30 PM] Luckreceptivo: Então posso fazer a pré reserva lá?
[18/5 3:30 PM] Luckreceptivo: Lembrando que o pagamento é na hora em q vocês chegarem lá, e é somente em dinheiro
[18/5 3:36 PM] Edna Figueiredo: Ok
[18/5 3:38 PM] Edna Figueiredo: Aguardamos suas orientações
[18/5 3:39 PM] Luckreceptivo: Podem já ir para a Pousada Recanto do Passarinho fazer o check out, e ir para a Pousada Recanto dos Corais.
[18/5 3:39 PM] Luckreceptivo: Lá eles já vão ter os nomes de vocês
[18/5 3:40 PM] Luckreceptivo: Ai é só deixar o dinheiro, e eles vão entregar um recibo que estou enviando para o e-mail deles.
[18/5 3:48 PM] Edna Figueiredo: Obrigada “ Quando chegamos à Pousada Recanto dos Corais, perguntamos ao recepcionista se poderíamos pagar com cartão e fomos informados de que as orientações da Luck Receptivo é de que deveríamos pagar exclusivamente e somente em espécie.

Também, fomos informados que pela Pousada não haveria problema algum em pagarmos com cartão, mas, a exigência era da Luck Receptivo.
Ficamos constrangidos com a situação e para não estender mais o desconforto, após sacar o dinheiro acertamos o check out de acordo com a exigência.

A pressão e falta de respeito nos deixou muito descontentes e chateados. Faltou o mínimo de respeito com o cliente. Ao retornarmos pensamos em procurar o Sr. Celso Russomano (Defesa do consumidor) e o juizado das pequenas causas para reclamarmos nossa insatisfação e constrangimento; porém, resolvemos colocarmos os senhores a par antes de qualquer atitude.

Observação: Somos clientes da CVC, temos como meta fazermos vários passeios para o nordeste, uma média de 2 passeios por ano, sempre fomos bem atendidos,porém, desta vez houve esse embaraço.

Diante do exposto, solicitamos o ressarcimento do valor exigido sem ao menos nos dar opção de vermos a melhor forma de pagamento, que para nós seria utilizar nosso cartão de crédito. Desde já contamos com o bom senso e compreensão dos senhores quanto ao que pleiteamos.

Edna da S. F. Rodrigues
Marco Antonio Rodrigues.

São Paulo,28 de Junho de 2018.

Tarcisio de Santana · 14 de dezembro de 2018 às 15:48

Senhores
Favor ajudar-me a resolver os protocolos nº 2018121208354, 2018121212578, 2018121412551 e
2018121413931 que estão pendentes.
Os atendentes do ” expedicao@cvc.com.br” não mostram nenhum compromisso com o pós venda.
Att tarcisio

maria da conceição oliveira · 13 de dezembro de 2018 às 12:33

ola
compramos um pacote com a CVC em maio para gramado, 01/12 a 06/12 no dia da viagem chegamoos no aeroporto e fomos informados que nao havia poltrona suficiente, fomos redirecionados para o voo 02/12 as 16h55, fomos a CVC falamos com a gerente Aline, que tentou prorrogar a estadia, mas o hotel estava sem vaga, Aline disse que seriamos ressarcidos pela CVC dentro de 20 a 30 dias; o ressarcimento do valor da diaria deve ser feita de no maximo por 48horas, pq nao fomos nós que dessistimos da viagem, e sim a LATAM, e a CVC tem que ser mais ágio no ressarcimento do cliente.
a gerente Aline foi muito prestativa, educada, atenciosa, mas a demora em resolver o problema do cliente deixa a desejar.
att MARIA

Laline Petrazzo · 12 de dezembro de 2018 às 21:49

Firmei contrato com a empresa CVC – Agência Novo Shopping – Ribeirão Preto/SP, o qual resultou na compra das passagens aéreas, conforme datas, horários e trechos a seguir:

• Transporte Aéreo São Paulo/Miami voando Avianca Brasil (Classe T/T), em 21/11/2018, às 00h15 – Horário de Brasília – Localizador: WMMR8W.

• Transporte Aéreo Miami/São Paulo voando Avianca Brasil (Classe Z/Z), em 10/12/2018, às 16h55 – Horário local – Localizador: WMMR8W.

Valor total da compra: R$ 2.473,34 (dois mil, quatrocentos e setenta e três reais e trinta e quatro centavos).

No dia 20 de novembro de 2018, me desloquei de Ribeirão Preto/SP até São Paulo/SP, através de transporte rodoviário da empresa LEVARE – média 4 (quatro) horas de viagem até a capital.

Ao chegar no aeroporto com 7 (sete) horas de antecedência do vôo com destino à Miami/FL, aguardei o horário de abertura dos guichês/balcões da companhia aérea AVIANCA BRASIL, para proceder ao check in e despacho de minhas bagagens.

Ocorre que, após 30 minutos na fila de espera, no momento de se proceder ao check in, fui informada pela equipe de solo da respectiva companhia aérea, que o respectivo voo havia sido CANCELADO.

Surpreendida com a situação, busquei auxílio junto ao SAC da companhia aérea Avianca Brasil e à consultora de vendas (via Whatsapp) da empresa CVC Turismo, para a tentativa de solução da questão.

Cumpre ressaltar que em nenhum momento recebi qualquer comunicado da companhia aérea AVIANCA BRASIL ou da própria CVC Turismo, acerca do cancelamento do voo.

Ainda no saguão do Aeroporto de Guarulhos, insisti junto à companhia aérea uma alternativa para que pudesse embarcar ainda naquela data à cidade de destino, em voo noturno, ainda que de outra companhia aérea.

Sem sucesso, fui orientada pela AVIANCA BRASIL a aguardar o serviço de transfer na área externa do aeroporto, para que seguisse até o Hotel Mônaco – há aproximadamente 10 km de distância do Aeroporto de Guarulhos, cujas despesas seriam arcadas pela própria companhia aérea, além da recolocação no próximo voo (diurno), com horário de saída às 06h30 (Horário de Brasília) – única opção concedida.

Após uma estimativa de 45 (quarenta e cinco) minutos de espera, retornei ao guichê da Avianca Brasil para informar que não havia passado qualquer transporte do mencionado Hotel até aquele momento.

A Avianca Brasil me concedeu um voucher de crédito para serviços de taxi credenciado à Guarucoop.
Não bastando tamanha estafa derivada da longa viagem até São Paulo/SP e a situação de transtorno com o cancelamento o voo, o veículo taxi nº 636 Guarucoop que me transportava até o Hotel, veio a quebrar no meio do percurso. Segundo o motorista do veículo, houve problemas com as velas do motor.

Houve a tentativa de manutenção do mesmo em um posto de combustível próximo ao local onde o veículo apresentou problemas, porém, sem sucesso. Enquanto persistiam as tentativas, permaneci dentro do veículo, aguardando uma prontidão.

Fui, portanto, transportada no mesmo veículo de táxi até o Hotel, em uma velocidade aproximada de 25km/hora em meio ao trânsito de pico do centro de Guarulhos/SP, em decorrência dos problemas do motor.

Nem mesmo cheguei a pernoitar no Hotel, pois o transfer para o aeroporto sairia às 04h00 da madrugada, tendo apenas desfrutado do jantar e um banho no apartamento. Por óbvio, em questão de horários, restou inviável o período para meu descanso.

Ademais, não pude desfrutar do café da manhã, tendo em vista que no horário mencionado para retorno ao Aeroporto de Guarulhos, o Hotel não dispunha de tal refeição.

Urge salientar, ainda, que sou submetida a acompanhamento médico psiquiátrico e medicada todas as noites com fármacos para controle de distúrbios do sono, oriundos da patologia TAG – Transtorno da Ansiedade Generalizada, razão pela qual optei pelo voo noturno, por favorecer a minha condição de saúde.

Incontestável a situação estafante, estressante e angustiante ocasionada pela ausência de informação e comunicação por parte da empresa CVC Turismo acerca do cancelamento do voo, cujo bilhete fora adquirido com 5 (cinco) meses de antecedência.

Ao acionar a companhia aérea AVIANCA BRASIL, por meio do SAC online, recebi o contato telefônico da mesma, informando que as regras estabelecidas pela ANAC no tocante ao prazo mínimo para notificação prévia acerca de qualquer alteração do voo foram devidamente observadas, uma vez que tal comunicação se deu diretamente junto à Agência de Turismo CVC, tendo o cancelamento do voo, portanto, sido informado.

Destarte, além de todo o transtorno que me ocasionou danos patrimoniais/financeiros, morais/psicológicos, ainda perdi 1 (um) dia de meu roteiro e programação de viagem, com a hotelaria já paga e sem reembolso, e não obtive qualquer suporte ou auxílio da CVC Turismo para a solução do infortúnio ocorrido.

Neste diapasão, reputo à conduta omissiva da empresa CVC Turismo, a infringência de direitos básicos insculpidos no Código de Defesa do Consumidor, sem olvidar de suas obrigações contratuais para os fins a que se destinam.

Para o adequado cumprimento das obrigações da empresa CVC Turismo, almejo o ressarcimento de todos os danos materiais e morais sofridos e ocasionados pela má prestação de seus serviços.
Do contrário, sem qualquer retorno breve, recorrerei às medidas judiciais cabíveis, respeitando-se a legislação acerca do direito obrigacional em vigor.

    Edvan · 3 de outubro de 2019 às 13:49

    Fiz uma viagem com a cvc em junho..eles precisaram fazer uma restituição de um valor ..já se passaram 100 dias até hoje nada!!!O mais interessante q se você atrasar um dia a parcela do carnê deles no dia seguinte ja ligam fazendo a cobrança!!!Para cobrar ela é ótima aula para pagar o que deve é péssima cvc!!

vanessa aparecida vieira · 11 de dezembro de 2018 às 20:30

nao estou conseguindo entrar na minha conta pois perdi o numero do celular que tava vinculada a ela

Lilian Gonçalves Araújo · 11 de dezembro de 2018 às 16:41

Quero reclamar da empresa prestadora de serviços de receptivo CVC, UAI BRAZIL TOUR. Péssimo serviço. O senhor que foi fazer o serviço é mau educado, jogou minha bagagem, estava cansado. Nunca mais.

Lidia · 8 de dezembro de 2018 às 06:47

Fiz um pacote com vendedora Valéria do shopping Bonsucesso Guarulhos e a mesma nao deveria trabalhar nesse ramo. Cometeu um erro e não queria consertar, simplesmente queria que eu aceitasse. Fui reclamar pedir para tal mudar o meu voou para o dia certo (o dia que eu pedi quando fiz o pacote) e ela deu piti, disse que não ia mudar e que a empresa não se responsabiliza. Por fim depois que chamei a polícia resolveram o erro que a vendedora Valéria cometeu. Sobre todo o pessoal do hotel, dos guias turísticos não tenho nada a reclamar, foram ótimos. Só não indico a vendedora do shopping Bonsucesso, pois a mesma foi uma grossa, que não sabe cumprir seu papel no trabalho.

Larissa Andrade · 5 de dezembro de 2018 às 15:59

gostaria de deixar registrada a minha insatisfação !meu esposo e eu compramos nossas passagens pela internet onde nós mesmos montamos os nosso pacote nosso voo seria com a avianca, o site parecia ser bem confiável , compramos com 5 meses de antecedência e mesmo assim tivemos problemas !
ao chegarmos no aeroporto o atendente olhou o voucher e disse que aquele voo não existia a meses ,como assim? ainda estamos pagando nosso pacote como assim não existe esse voo? ficamos horas tentando entender até que ele viu como estávamos tensos e tentou ajudar , compramos passagem para voo direto porem ele nos informou que o nosso voo foi remarcado para o dia seguinte e que seria com conexão , gastei dinheiro de uber e a minha paciência também! o preço não é tao barato pra vocês nos tratarem com tanto desrespeito nem sequer nos ligaram ou mandaram e-mail , simplesmente remarcaram e só no momento que chegamos prontos para nossa viagem descobrimos essa situação, um absurdo . foi a nossa primeira viagem com vocês .. . gostaria de saber é essa a forma de trabalho de vocês ? a gente faz propagandas positivas quanto a serviços prestados com excelência , e ao contrário da mesma forma porém com certeza negativas .

EMERSON SOUZA · 28 de novembro de 2018 às 04:06

OLA NCOMPREI FAZ ALGUNS DIASA E DEZ DO DIA 15 /11 NAO CONSIGO ATUALIZAR O CELULAR NOVO PARA PEGAR O CODIGO POR SMS E DIZ Q ESTATEMPORARIAMENTE FORA DE SERVIÇO E A PAGUE SEGURO NAO ME MANDA NEM UM CODIGO PARA EU FAZER AS TRABNSAÇOES DESDO DO DIA 15/11 E HOJE JA E 28/11 ,BOM NAO CONSIGO RETIRA NOS CAIXAS 24 HORAS E MEM TRANSFERIR O VALOR PARA O CARTAO PRE PAGO QUE FAÇO

Thomas · 27 de novembro de 2018 às 21:10

Boa noite minha esposa foi no shopping hortolandia na cvc. Pra comprar um extra de mala pois a passagem q tinha comprado em outra enpresa so possua bagagem de mao assim q ela foi falou com o vendedor lucas ele ja estava efetivando a venda do extra de mala a supervisora. Renata proibiu o vendedor so pelo fato q as passagem nao foi comprada na ag dela foi muito estupida assim por favor pesso carecidamente pra q a cvc tome a providencia cabivel a ela por que ela alem de prejudicar minha familia ela se acha no direito de vender pra quem ela quiser meu contato e 19981130700 aguardo retorno da empresa

Adelaide M Cavalheiro · 13 de novembro de 2018 às 10:32

Fomos a João Pessoa e o receptivo da Luck é péssimo. Guias sem treinamento, não dão informações e tratam os turistas com má vontade.De 4 guias apenas uma preencheu os quesitos necessários ao bom atendimento. Os guias Bira, Italo e Giane Pink foram péssimos.

FRANCISCO RODRIGUES NETO JUNIOR · 9 de novembro de 2018 às 09:48

bom dia!
Me chamo FRANCISCO e resido no Assu/RN, adquirir junto a CVC 02 passagens aéreas ia e volta NATAL/SÃO PAULO/NATAL, infelizmente fiquei impossibilitado de viajar no dia planejado e me dirigi a agencia para remarcar a passagem, qual não foi minha surpresa ao descobrir que teria que pagar uma nova passagem, pois o que eu havia pago seria diluído em multas e taxas que não foram bem explicadas, fiquei bastante chateado, pq ao meu ver eu teria sim que pagar multas e taxas mas que esse valor não chegaria a 100% d q havia pago anteriormente.
Me dirigi a agencia 02 vezes e nas 02 vezes sai sem explicações do que estaria pagando.
Deixo aqui minha reclamação.

Vanessa Cardoso · 30 de outubro de 2018 às 14:07

Boa Tarde

Eu e uma amiga fechamos um pacote para Curitiba- Paraná pela CVC do Shopping de Bragança o Garden Shopping com o vendedor Paulo que nos atendeu nos passando todos as informações, porém no decorrer da negociação o mesmo se desligou da empresa, e nem ficamos sabendo dessa informação, já na primeira semana de embarcar tivemos problemas com o pagamento que foi pago e logo a Central nos informou que não havíamos pago, na hora fomos verificar o que aconteceu e ficamos sabendo que tínhamos pago o mês 10 e não o mês 9, mais o erro foi do vendedor que ao invés de encaminhar os boletos para pagamento na sequência certa dos meses, fez ao contrário e tivemos que pagar 2 na verdade a vencida que para nós já estaria paga e a outra que iria vencer.
E a Denise dona da agência nem sequer nos comunicou minha amiga ainda pagou com juros a parcela.
Faltando 3 dias para a nossa viagem precisamos entrar em contato com a CVC pois não tínhamos nem passagens, nem vouchers nada, sendo que a obrigação era da empresa nos informar o dia que retiraríamos esses documentos, mais uma vez entramos em contato com eles.
Porém no dia de irmos pegar o voo em São Paulo, devido as fortes chuvas pegamos acidente a caminho do aeroporto de Congonhas que fica dentro da cidade de São Paulo e ficamos 1 hora parados na pista sem saber o que era, só ficamos sabendo após ligarmos o rádio e fomos receber a notícia, que tinha acidente estando tudo parado, assim esse tempo parados na entrada da cidade seria o tempo que chegaríamos até o aeroporto, quando chegamos tínhamos pedido o voo, fomos até o guinchê da CVC e conseguimos remarcar nossa ida.
Porém na chegada a Curitiba tínhamos pago o translado até nosso hotel, entramos em contato com a vendedora Rita para ver no que poderia nos ajudar já com o translado era para as 7:40 e com a perda do voo chegamos um pouco mais tarde, ” a mesma” nos orientou que pegássemos um táxi e pegássemos o recibo que eles iriam nos reembolsar pedindo o número da conta para enviar o reembolso, ( e foi passado).
Ficamos aguardando 3 dias e nem sequer tivemos um retorno para esclarecer o que seria feito, após o retorno para a nossa cidade entrei em contato com a Rita diversas vezes e ela me enrolando enrolando para dizer que não seria pago o reembolso do taxi que ela mesmo mandou a gente pegar tenho provas de tudo isso, inclusive das mensagens enviada dela.
E a mesma disse que era para eu ir cobrar da Latam o reembolso do taxi e não me deu suporte nenhum.
Isso é um descaso com o cliente e com o nome da CVC que fica manchado, se eu soubesse que desde o começo teria problemas com essa empresa nunca teria fechado pacote com eles.
E agora só me resta ir ao procon, e fazer uma denuncia dos meus direitos, porque fiquei insatisfeita com tudo.
E lembrando que na volta se não tivéssemos entrado em contato com a Rita para saber que horas faríamos o checkout iriamos perder o transfer de volta para o aeroporto de Curitiba, estou indignada.
E deixo aqui minha insatisfação e reclamação da CVC do Shopping de Bragança Paulista

Tatiana Cristina da Silva Damásio Souza · 27 de outubro de 2018 às 11:27

Atendimento na hora da venda muito bom. Quando se precisa remarcar um voo o telefone nem funciona. No Shopping Internacional de Guarulhos que teoricamente abre as 10h não há atendimento. Caso queira remarcar somente no telefone que eles não atendem. Serviço no aeroporto é péssimo. Ainda não tenho meu problema resolvido e estou no aeroporto.

Robinson chamhie · 22 de outubro de 2018 às 21:11

Em venda a CVC e muito boa mas quando dá um problema ninguém resolve .minha filha está no Panamá e deu overbok. E ninguém consegue resolver , todos desligam os telefones e esquecem que existe fuso com outros países

Patricia Hillesheim · 22 de outubro de 2018 às 14:49

Comprei pacote de viagens com a CVC na loja do Hiper Giassi em Jaraguá do Sul-SC e não fui orientada sobre passagem aérea que dava direito a reembolso ou bagagem despachada ou não, só me apresentaram valores de passagens. Precisei cancelar a viagem e agora fui informada que não tenho reembolso porque o bilhete aéreo que comprei não dá direito a reembolso. Querem que a gente aceite simplesmente perder 2.000,00 de passagens aérea e dizem que não podem fazer nada porque a culpa é da companhia aérea. Ridículo, funcionários que não deram informações como deveriam e agora dizem que não podem fazer nada. O cliente que se ferre.

Katia · 17 de outubro de 2018 às 18:18

nada de uma posição ainda..

Katia · 8 de outubro de 2018 às 16:16

Boa tarde,

Meu Nome é Katia Eydline da Silva, sou portadora do RG 403301993 e do CPF: 40330199-3,
Fechei junto com uma amiga, um pacote na CVC no shopping metro Itaquera, com a vendedora Lilian.
E gostaria de reclamar sobre a atendente, pois no ato da compra solicitamos algumas opções no pacote que não estava incluso, solicitei um hotel com piscina e paguei por isso, e no ato da hospedagem no hotel Ryan, fomos informadas de que o hotel não havia Piscina.
Não temos que reclamar do hotel, pois fomos bem atendidas e recepcionadas. A questão em si é a solicitação de algo que não tinha, e estamos pagando por isso.
Como nunca havíamos embarcado de avião, pedimos algumas informações para a mesma.
Onde a mesma nos informou de que no embarque em nossa bagagem, não poderia levar nenhum um tipo de cremes, hidratantes, shampoos, perfumes, protetor solar, e tivemos atitudes de ligar na companhia da Avianca somente dentro do hotel já na cidade. E aí sim ficamos cientes que pode sim levar na bagagem porem com um limite de ML.
No hotel também ficamos sabendo que no nosso pacote estava incluso um dia de passeio, porem a mesma não nos informou, sobre o dia de passeio, onde acabamos perdendo devido ao nosso dia de parque (Beto Carrero).
Em início da nossa cotação da CVC começamos a ser atendidas pelo vendedor Antônio, e quando voltamos para fechar o pacote a mesma fez questão de nos atender, e de início pensamos que não haveria nenhum problema.
Se toda a informação tivesse sido passada, não estaria abrindo a reclamação. Eu como cliente pela primeira vez que utilizo a CVC, fiquei indignada pelo atendimento da vendedora por suas faltas de informações. Como estávamos de férias não havia problema nenhum irmos no parque na quinta e sexta feira, sendo que são dias mais vazios, e utilizamos o parque ao sábado, onde no FDS (sábado e domingo) o parque é mais cheio.
Fechamos o pacote de 4 dias, com saída no domingo, e nosso voo, estava previsto para as 18:10 horas, a CVC foi nos buscar as 16:00 horas no hotel. E lá no hotel um dia antes, ficamos sabendo que teríamos que desocupar o quarto as 12:00 horas. Por optarmos de ficar mais e aproveitar o dia, pagamos a diária do hotel devido estarmos com criança.
São pequenos detalhes e pequenas informações que fazem a diferença.
Não fiquei contente e nem satisfeita com o atendimento dela. Porem em questão a equipe turística da CVC estão de Parabéns, fomos super bem tratadas pelas Guias turísticas Flavia e Do Carmo (balneário do Camboriú).

Deixo aqui minha reclamação, e a disposição para declarações.

São Paulo, 08 de outubro de 2018

    Greice · 28 de maio de 2019 às 19:53

    Me programei pra fazer uma viagem , onde a cvc se comprometeu em vender um produto que sabia o que estava acontecendo avianca …. cvc acabou com minhas férias que eu me programei pra isso comprei um pacote de viagem com a companhia falida a onde eu entrei em contato várias vezes com as atendente da cvc E nenhuma delas foi capaz de resolver meu problema infelizmente terei que entrar co. Advogado contra a cvc que se responsabilizou em vender um produto que não estava disponível no mercado causando constrangimentos ao seus clientes . Olha o transtorno que osso está me causando, organizei minhas férias com a empresa em que trabalho atualmente pra julho e não vou viajar ou seja vou trabalha o ano todo pra não tirar férias.
    Eu quero viajar refrescar a cabeça nas férias e isso não será possível pois as atendente da cvc são umas incompetentes que não resolve os problema que são causados.

      Maiara · 6 de agosto de 2019 às 00:56

      Estou desde maio de 2019 entrando em contato para verificar a situação a Empresa AVIANCA. POIS ENTENDO QUE IMPRESVISTOS ACONTECEM.
      Programei tudo para viajar em setembro… comprei e paguei meu pacote desde dezembro de 2018.
      E hoje 05/08 um mês antes da viagem, o vendedor não tem o que fazer, a não ser a possibilidade de trocar as datas e hotéis. E ainda assim tenho que pagar mais de 1800 reais fora do meu pacote. POIS não podem resolver de forma diferente. Eu posso pagar a mais, mas a CVC NAO PODE SER PREJUDICADA? eu posso levar prejuízo e eles só dizem: lamentamos mas não podemos fazer nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *