DROGARIA SÃO PAULO Ouvidoria – Telefone, Reclamação

Publicado por textualizar em

Ouvidoria DROGARIA SÃO PAULO – Telefone, Reclamação

Certamente você já teve acesso a algum dos serviços oferecidos pela Drogaria São Paulo e se não teve, no mínimo já ouviu alguém mencionar sobre os serviços e benefícios oferecidos pela empresa. 

Ouvidoria Drogaria São Paulo

A Drogaria São Paulo é uma rede farmacêutica brasileira cujo controle pertence ao grupo DPSP, sendo uma das maiores varejistas do ramo no Brasil. A empresa foi fundada no ano de 1943, sendo a primeira a implantar o sistema de atendimento 24 horas, além de oferecer desconto a aposentados.

Se está tendo algum problema com algum serviço da Drogaria São Paulo, disponibilizamos telefones, e-mail, sac e reclamações na Ouvidoria Drogaria São Paulo.

São diversos os benefícios oferecidos pela Drogaria São Paulo, que é considerada uma das maiores redes de farmácia do território nacional.

Fale Conosco, SAC e Atendimento Drogaria São Paulo

Ao se tornar cliente Drogaria São Paulo, você terá todo o suporte para ter um excelente serviço de venda de produtos farmacêuticos, com diversos meios de contato e telefones divididos para um atendimento mais personalizado, conforme a necessidade de cada cliente:

Televendas: 4003 3393

Chat Web: https://alert.smartnx.io/canais

Chat (Pre Chat): https://alert.smartnx.io/posso_ajudar/app1/pre_chat.php

Pós venda: 3003 3737

Pergunte ao farmacêutico: www.drogariasaopaulo.com.br/institucional/pergunte-ao-farmaceutico

Atendimento presencial: acesse o link www.drogariasaopaulo.com.br/institucional/nossas-lojas para localizar a loja mais próxima de você.

Aplicativo: disponível para Android e iOS.

Dúvidas frequentes: https://atendimento.smartnx.com/drogaria-sao-paulo

O SAC Drogaria São Paulo oferece um telefone para atendimento rápido e eficiente para solucionar os problemas apresentados pelos clientes, tirar dúvidas e receber elogios: 0800 779 8767.

Telefone, Email Ouvidoria Drogaria São Paulo

Tornando mais completo o serviço de atendimento ao cliente, a empresa disponibiliza diversos telefones Drogaria São Paulo para cada tipo de serviço ofertado, e de acordo com necessidades, como já informado anteriormente.

Telefone Reclamação Drogaria São Paulo

Para os clientes, os telefones para contato servem para consultas, informações, elogios, reclamações e cancelamentos, tornando o atendimento completo. Os não clientes também podem obter informações através do SAC para esclarecer dúvidas antes de adquirir algum produto.

A Drogaria São Paulo não possui uma Ouvidoria. Eventuais reclamações devem ser efetivadas diretamente em um dos canais já informados anteriormente. A empresa possui uma equipe treinada para solucionar todas as possíveis falhas na prestação de serviços.

Se você ainda não é cliente, a Drogaria São Paulo ainda traz a facilidade de poder conhecer e adquirir produtos diretamente pela internet, no site oficial www.drogariasaopaulo.com.br.

Reclamação Drogaria São Paulo

Como toda grande empresa, a Drogaria São Paulo também possui problemas e tenta, diariamente, superá-los para melhor atender seus clientes. A participação destes de forma mais ativa, relatando as falhas para que possam ser rapidamente resolvidas é a forma de fazer com que a equipe da empresa trabalhe mais ativamente para oferecer o que há de melhor em serviços de venda de produtos farmacêuticos.

Sua maneira de agir é que traz confiança ao cliente que, sabendo das possíveis falhas em uma prestação de serviços, irá contratar com a empresa ciente de que, qualquer que seja a adversidade, a Drogaria São Paulo estará pronta para rapidamente resolver.


42 comentários

Samara · 13 de julho de 2019 às 13:14

Eu e a minha mãe, Sara, estávamos efetuando compras na Drogaria São Paulo. Quando de repente, o gerente Bruno Luiz, funcionário da Drogaria situada na Avenida Frei Gaspar, 534, Centro de São Vicente, de forma agressiva, me empurrou para um corredor, juntamente com a minha mãe. Estávamos próximo ao caixa onde se retiram os medicamentos com senha, e a loja estava completamente cheia, e todos observando a brusca e agressiva abordagem. Antes mesmo de chegarmos ao corredor, ele gritou comigo me acusando de roubo, afirmando que eu e minha mãe tínhamos roubado produtos de sua loja. Ele agarrou meu braço com muita força para que eu não filmasse sua ação, e depois nos expulsou da loja.

Marcia · 24 de junho de 2019 às 19:10

Fui ontem a drogaria são paulo na cidade de Andradina SP, e presenciei uma situação muito chata, fiquei chateada pelo funcionario, presenciei a sub gerente Lidiani ofendendo o funcionario na frente dos colegas de trabalho e também de alguns clientes que estavam ali comigo na fila, por favor, tomem uma atitude pois aquela moça é muito grossa e não é a primeira vez que vejo uma situação assim envolvendo-a .

Vilma Zambello de Oliveira · 19 de junho de 2019 às 21:04

Estive ontem na Drogaria São Paulo do Shopping Praiamar na cidade de Santos /SP, antes de me dirigir a Drogaria supra mencionada, estive em outra Drogaria próxima para comparação de preço, isto ocorreu por volta das 11:00 horas da manhã, na ocasião carregava comigo duas sacolas, uma portando uns utensílios que trouxe da casa de minha mãe e na outra um tablet, comprei os medicamentos e fui embora, diretamente pra casa. Fiquei entretida e quando procurei o tablet no final da tarde percebi que havia deixado em uma das duas Drogarias, me dirigi a primeira, expliquei a situação e fui tratada com respeito e educação. A gerente procurou as imagens e verificou que entrei na Drogaria portando as sacolas e que não tirei nenhuma do braço. Me ligou e falou que se eu quisesse me deixaria ver as imagens. Diante disso, me dirigi a Drogaria São Paulo, pedi para verificarem as imagens, fui atendida com pouco caso. O gerente pegou meu telefone e é óbvio que não ligou, o que deixa margem para desconfiança. Se estivesse tudo em ordem, com certeza ele teria agido como a outra gerente. Falei que iria fazer um B. O. E ele falou pra fazer mesmo, só me preocupa que neste meio tempo eles aleguem não ter mais as imagens. Vou procurar meus direitos. Se só estive nestas duas lojas e não deixei na primeira, com certeza deixei na segunda. Porque o gerente não se interessou em esclarecer?

Vasco Barisao neto · 17 de junho de 2019 às 07:56

Fui até a drogaria São Paulo na Av Dr Armando Pannunzio em SOROCABA, e o medicamento está etiqueta na gôndola com um preço e só passar pelo caixa ,eles queriam cobrar mais caro. Isso é um crime. Está na lei do consumidor que devo pagar pelo preço que está no produto e não outro de valor maior. Falando com a …GERENTE. Ana Laura, me tratou com desprezo e falei que iria procurar os meus direitos, foi quando então ela me deu a idéia de chamar a polícia e foi o que eu fiz então. Então ela foi até a gôndola do medicamento e retirou a placa do preço, nas eu já tinha tirado uma foto com o celular e assim que a polícia chegou explique o caso e ela tentou falar uma outra versão para o fato, nas quando o policial perguntou sobre o porquê da cobrança indevida, ela quis dizer que o preço da gôndola era somente para clientes diferenciados. O policial também falou para ela do preço na gôndola, foi quando ela retirou de dentro do bolso e o policial perguntou o porquê ter retirado e ela se enrolou e conseguiu se explicar. Então o policial né acompanhou até o caixa e fez ela cobrar somente o valor correto que ela havia escondido no bolso ,o qual era o mesmo que eu tinha tirado a foto que apresentei ao policial. O polícia então me orientou a entrar com um processo de crime ao consumidor e abrir um boletim de ocorrência e entrar com o meu advogado por vários fatores. Exposição do cliente na frente de outros clientes no recinto pela gerência da loja pelo seu ato de repugnância, cobrança de valir indevido do valor, crime contra a economia popular, entre outros que meu advogado está apurando. Por favor, peço a todos os consumidores de Sorocaba que evitem comprar nesta rede de farmácias, principalmente na da Av Armando Pannunzio. Essa gerente Ana Laura , não é uma pessoa preparada para ser gerente e bem atendente de um lugar que tem por princípios o bom atendimento às pessoas que ali estão.

Carolina Pereira Pango passoa · 31 de maio de 2019 às 17:41

Eu estive na drogaria são Paulo na avenida cangaiba,e venho relatar um atendimento excelente do funcionário Jeferson.. Muito atencioso se disponibilizou para encomendar meu medicamento não mediu esforços, me acompanhou até o caixa.
E meu medicamento chegou no prazo que ele me garantiu fiquei muito satisfeita com o atendimento….

HOSANA · 31 de maio de 2019 às 14:22

A DROGRARIA SAO PAULO -VENHO POR MEIO DESTE FAZER UMA RECLAMAÇAO: EM JANEIRO DE 2019 FIZ UMA COMPRA DE FRALDAS GERIATRICA PARA MEU PAI NO SITE DA FARMACIA COMO SEMPRE FAÇO POREM MEU PEDIDO FOI ENTREGUE FALTANDO UM KIT .JA ENTREI EM CONTATO COM O POS VENDA PARA SOLICITAR O ESTORNO DO VALOR NO MEU CARTAO DE CREDITO POREM ATE AGORA 4 MESES DEPOIS NAO HOUVE RETORNO .FICO CHATEADA COM O DESCASO DA EMPRESA EM ME DAR UM RETORNO E RESOLVER A SITUAÇÃO .

Cassiene Costa · 30 de maio de 2019 às 09:32

Fui na madrugada da Drogaria São Paulo na Av Bacabal em SJC e tive o melhor atendimento com a Farmacêutica Shirley, tirou todas as minhas duvidas, me deu toda atenção, mesmo com a farmácia lotada e estava só ela e mais uma funcionaria, percebi que ela atendia todos ao mesmo modo e sempre com um sorriso no rosto.
Uma funcionaria excelente, deveriam ser todos assim como ela.
Só tenho a agradecer a Farmacêutica excelente de vcs.
Um ponto negativo, deveria ter mais funcionários na madrugada por mais q temos bom atendimento a demora é grande e a farmácia é de grande movimento só para trabalhar duas mulheres ainda mais na madrugada, que é um horário mais propicio a assaltos;

    Iracema de Lourdes Dias de Oliveira Oi Oi a outra funcionaria · 22 de junho de 2019 às 19:39

    Estive hoje na drogaria São Paulo e fui muito maltratada pela funcionária Cleide na filial da Raposo Tavares.n.8450 jardim boa vista.A mercadoria estava com preço errados quando questionei com outra funcionaria ela chegou gritando.Tenho 69 anos e fiquei muito mal com a pressão elevada

jessica pinheiro · 28 de maio de 2019 às 20:32

venho parabenziar o atendimento da drogaria sao paulo , da avenida barao de maua , atendimento ótimo , principalmente ao gerente michel e balconista q nao me lembro o nome , muito preparados , estao de parabens , sempre q vou minha mae e eu somos bem atendidos .

Roberta · 25 de maio de 2019 às 12:47

Boa noite!
Sou colaboradora da empresa há quase 3 anos e estou passando por situações desagradáveis na filial na qual trabalho, DSP 330 – Siqueira Campos.
Através deste quero denunciar uma colaboradora Miria Luciene, que não dá o exemplo à outros colaboradores (a mesma é sub gerente de loja), persegue, intimida e expõe ao ridículo outros colaboradores, pois acredita “estar acima do bem e do mal”.
Suas ações costumam acontecer na ausência do Gerente de Loja, pois sobe a cabeça que “quem manda é ela!”
Ao entrar na loja só cumprimenta quem quer; Quando a mesma se dirige à alguem é na base do grito, faltando sempre em alto e bom som para que todos a ouçam intimidando assim outros colaboradores;
Recentemente, a mesma fez um comentário desnecessário a um colaborador e o mesmo pediu conta do serviço;
Sempre faltam receituários confirmados pela mesma que não se cansa de repetir: “Eu não vou pôr nenhuma no lugar”;
A mesma faz brincadeiras de mal gosto com colaboradores incitando-os a se relacionarem, sendo os mesmos recém contratados; faz intrigas entre colegas de ttabalho para uns não ajudarem aos outros;
Quando há produtos com preço em rebaixa, não permite que os colaboradores adquiram, mas esquece-se que colaborador também é cliente;
A mesma gosta de fazer fofoca e colocar colaboradores uns contra os outros, fazendo do clima interno entre os colaboradores literalmente um inferno.
Com a intenção de evitar mais conflitos internos, resolvi enviar este sem o conhecimento do Gerente de Loja. Não levei essas situações ao mesmo para não parecer que estou fofocando, até pois acredito que é uma situação séria e talvez o mesmo acredite que não há necessidade de tal conduta.
Um colaborador já saiu, quantos mais terão que fazer o mesmo para que uma atitude seja tomada?

Isabela · 21 de maio de 2019 às 21:06

Boa noite!

A gerente Ana Paula da loja Fradique Coutinho tem uma postura que chega a ser ridícula por se tratar de uma gestora, foi presenciado na loja ela maltratando uma funcionaria que estava com o colete de treinamento, não soube orientar e tão pouco ajudar a funcionaria, não é a primeira vez que presencio esse tipo de postura dessa gerente , acho que em uma empresa do porte da drogaria São Paulo não deveria permitir tal comportamento assim dos gestores, deveriam ter uma politica de respeito ao seu próprio cliente interno, trabalho em antedimento e sei o quanto é importante ter um suporte dos superiores para o desenvolvimento dos funcionários, é uma pena tal postura…..

JOSE ROBERTO · 15 de maio de 2019 às 10:38

Muitos funcionários ao trato com o consumidor, deveriam tomar um tapa na cara para aprender a tratar o próximo, pois, amanhã ele poderá ser esse próximo!

Samira · 30 de abril de 2019 às 21:26

Fiz o pedido nº 4706419 na Drogaria Pacheco no dia 16 de abril de 2019, nunca entregaram. Recebi o e-mail de cancelamento no dia 25 de abril de 2019. Ficaram de estornar o valor dos remédios que não entregaram em 48 horas, mas ainda não estornaram. Deixaram uma mulher de quase 93 anos sem seus remédios, tive que comprar novamente em outra farmácia para que ela não ficasse sem e ainda terei que pagá-los? Nunca esperei isso da Drogaria São Paulo, sempre achei que fosse uma empresa séria. Espero que resolvam esse problema logo, talvez assim eu possa voltar a confiar em vocês.

Samira Keedi

Paloma Cristina Henriques · 22 de abril de 2019 às 07:58

Assédio Moral
Sou deficiente auditiva,contratada pela Matriz da Drogaria São Paulo,matrícula 60233.
Tenho 4 anos de drogaria.
Meu relato
Estou sendo maltratada e humilhada pelas gerentes Daniela da costa santos e Thayara Alves Sanghelles,da filial 771 do Jardim São João, guarulhos.
No dia 28/03/2019 pela Daniela da Costa Santos,tudo pela marca de um sapato q ficou no chão do banheiro, pois a mulher da limpeza deixou o banheiro meio molhado ,usei o banheiro e não vi q sujou o chão, Daniela me chamou e foi logo dizendo em q era p limpar oq sujei de uma forma muito grossa e alterada,peguei o rodo e o pano,da forma q passava o pano ela ficava me puxando e cutucando p ficar me dando bronca para outras pessoas verem e eu ignorei ela o tempo todo deixando ela falando sozinha, terminei de limpar,deixei o rodo e o pano na onde peguei e ela e outras pessoas ficaram rindo, voltei p caixa,ela apareceu no caixa com uma folha enorme dizendo q ela era a gerente e q eu estava desrespeitando ela e eu disse quem estava c falta de respeito era ela,a em nenhum momento faltei respeito,pegou a folha e rasgou e jogou no lixo sem eu terminar de ler o resto,e não parava de ficar falando,se eu ia responder ela mandava eu ficar quieta e falar baixo e ainda disse q eu tinha empurrado ela,q em nenhum momento empurrei ela,iria empurrar pra que? Oq ganharia com isso?
Depois de uns dias ela começou a dizer qq eu não tinha agilidade para fazer serviço s,me dizia q eu tinha q ser ágil,colocava outras pessoas no meio,dizendo q eles eram melhores q eu.
No dia 18/04/2019
Depois de ter encerrado o expediente,Tayara disse p ir na gerência q precisava falar comigo c mais duas pessoas para testemunha,disse VC lembra q empurrou a Daniela, VC ta de suspensão por 3 dias,disse q não tinha empurrado,disse q tinha q assinar a suspensão .
No dia 19/04/2019
Fui p pegar minhas coisas q estava no vestiário,Tayara não quis ver a sacola como faz de costume,ela pediu p tirar tudo,perto de uma outra funcionária,virei a sacola no chão e peguei tudo.
Preciso de ajuda e não sei aonde procurar,pois no RH eles não recebem os funcionários p saber oq acontece ,fui até vila Leopoldina,gastei meu dinheiro e fiquei c falta no serviço sem solução.
Na matriz disse q iria resolver minha situação, já ta c dois meses e nada solucionado.
Aonde procurar ajuda?
A empresa só maltrata os deficientes,em várias filial,…
Espero q tenha uma resposta.

Armando Niwano · 17 de abril de 2019 às 16:41

Sou cliente da Drogaria São Paulo há mais de 8 anos e faço compra mensal de mais de R$ 600,00.
Hoje fui a uma Loja Física que fica à Rua Willis Roberto Banks, 17 no Pque Maria Domitila em São Paulo, quando fui atendido por uma balconista que me perguntou o RG por 3 vezes seguida, quando pergutei porque estaria solicitando tantos dados, disse por se tratar de remédio controlado e pediu também o CPF, CEP, endereço e telefone.
O correto seria me informar primeiramente que necessitaria de meus dados, visto o remédio ser controlado, e depois perguntar, no entanto a preguiça era tanta que já foi me perguntando os dados , sem ao menos me dar explicação.
Este é o nível dos balconistas da Drogaria São Paulo !

Se não bastasse, quando me dirigi ao caixa para pagar, não tinha ninguém atendendo e tinha um caminhão fazendo a entrega na drogaria e por coincidência, a pessoa que estava descarregando a mercadoria era o caixa. Aguardei por aproximadamente 10 minutos até que o caixa descarregasse as mercadorias, quando era visível para ele, que eu estava aguardando .

Para os funcionárias da Drogaria, eles estão fazendo favor em atender aos clientes.
Falta de respeito aos clientes que dão preferência.

Por estes e outros motivos, estou deixando de ser cliente da Drogaria São Paulo e começarei a frequentar outras Drogarias, afinal existe uma infinidade de Drogarias para nos atender.

Marco · 11 de abril de 2019 às 12:32

Faço compras mensais na drogaria são paulo de são caetano do sul, esquina da av. goias com a rua oswaldo cruz, gasto mensalmente de 400 a 500 reais, na última compra efetuada na quarta feira dia 10 de abril de 19 por volta das 18hrs e 30 min, o caixa que estava passando os produtos colocou em nossas compras um produto que não tinhamos comprado, aqueles produtos que estão em promoção e que os caixas ficam oferecendo a nós na hora do pagamento, que foi um listerine, só percebemos o feito a hora que chegamos em casa, fiquei revoltado com o ocorrido, quis voltar la na hora mas minha esposa não concordou então deixamos pra la, não é nem pelo valor que foi de 18 reais, mas sim pela má intenção do fincionario, desrespeitando o cliente e usando de má fé para empurrar um produto não foi comprado. Sei que vocês não precisam desse tipo de atitude para vender seus produtos e que também tem procedimentos para que este tipo de coisa não aconteça, então gostaria de sugerir para que vocês mudem este procedimento e tirem esses produtos dos caixas, apresentem estas promoções de outra maneira para evitar este tipo de coisa, o caixa está lá somente para cobrar a compra efeutada e não para vender, grato.

CAMILA · 10 de abril de 2019 às 01:23

Sou cliente da São Paulo, compro na Filial da CIDADE TIRADENTES, a loja tem um péssimo estacionamento vive sempre cheio nunca consigo estacionar meu carro…. Mais eu fico muito satisfeito pelo atendimento prestado pela funcionária Gislane e pelo atendente Yure não o conhecia mas é muito atencioso e gentil, me auxiliou em todos os lugares inclusive no caixa.

Nerinalda · 23 de março de 2019 às 20:38

Estou decepcionada com o teleatendimento da Farmácia São Paulo. Tem uma semana que meu pai idoso teve um princípio de infarto. Como são muitos remédios optei por esse canal com descontos atrativos e entrega a domicílio, comprei 8 remédios paguei no cartão e me arrependi! Estou me sentindo enganada! Realizei o pedido dia 21/03/19 na quinta feira e a atendente prometeu que no dia seguinte eu receberia a mercadoria. Fiz várias ligações passei o dia todo aguardando e o atendente informando que estava a caminho. Hoje 23/03 sábado no final da tarde me informa que só na segunda feira(25/03). Propaganda enganosa. Não recebi os remédios e nem sei se vou receber. Mas é certeza que vou denunciar. Fiquei muito indignada! Um barato que saiu caro! Medicamento por televendas nunca mais.

Jose · 14 de março de 2019 às 16:02

Porque nas drogarias SP a maioria absoluta dos funcionários são mulheres?…
Entendo que deveriam ter mais diversidade e contratarem mais homens , pois muita mulher junta vira ambiente de fofocas e elas em geral são mais lentas no atendimento, fora as grávidas que ficam folgadas.

Joaquim Batista · 11 de março de 2019 às 20:53

Há 6 meses minha esposa foi acometida de um AVC. A maior parte dos medicamentos prescritos pelos médicos são de valores altos e de uso contínuo. Na época fiz uma cotação na Ultrafarma, Raia, Farmadelivery e Drogaria São Paulo. A partir deste momento todos os remédios são comprados na Drogaria São Pajlo localizada na Av. Laudo Ferreira,Jardim Peri Peri.
Hoje fui comprar CRESTOL 20mg com 30 comprimidos de forma rotineira. Comprei 2 caixas para completar o valor necessário para dividir em 3 pagamentos. Assim que cheguei em casa, minha esposa pediu para retornar à farmácia pois a atendente forneceu CRESTOL 10mg. Para efetuar a troca precisou envolver 3 funcionários e levou 30 minutos. Finalmente o funcionário do Caixa me solicitou o pagamento de mais 39,00. Diante do novo valor concordei em levar somente uma caixa no valor de 72,00 mais outros produtos para atingir o valor acima de 80,00 e garantir a divisão em 3 pagamentos. A funcionária MICHELLE assumiu o problema e me determinou que iria emitir um voucher de crédito no valor de 72,00 para ser utilizado na compra de outros produtos. Daí por diante a Michelle teve um posicionamento AUTORITARIO dizendo que não iria extornar a venda pelo motivo do Cupom Fiscal ter sido emitido. Perdi a PACIÊNCIA e tive atitude rigorosa com esta funcionária despreparada. Me posicionei que iria levar o assunto ao PROCON . O direito do consumidor é claro. O prazo para devolução de mercadoria ou serviços é de 7 dias. Finalmente, quando a MICHELLE viu que Ela me deixou transtornado e muito bravo, resolveu cancelar toda a compra no cartão e emiitir no cupom Fiscal com a exclusão das duas caixas de CRESTOL. Indignado fui em outra farmacia paguei o CRESTOL mais caro e a vista no cartão.
Enquanto esta funcionária estiver no comando desta loja, linfelismente não vou comprar nada nesta loja, devido aos MAUS TRATOS seguido de discussão ACALORADA aonde Ela se colocava, de forma rispida, que estava resolvendo o problema que Eu criei. Todos os demais funcionários me trataram de forma Educada e atentos na solução do problema mas, não davam um passo sem autorização da MICHELLE. Sou idoso com 78 anos e saí da loja com forte tremedeira

José Augusto Santos de Oliveira · 7 de março de 2019 às 17:10

Estou tentando retirar meus remédios pela farmácia popular aqui no shopping interlagos a data, era dia 02/03 estou vindo praticamente todos os dias é nunca tem sistema, sem contar com a boa vontade de alguns funcionários. Só que estes dias que vão ficando para trás ninguém repõe. É necessário cercar onde está o erro é corrigir, afinal é um direito.

Thatiana · 7 de março de 2019 às 15:51

Atendimento do SAC péssimo e ineficiente, precido da segunda via de uma NF, a loja física diz ser com o SAC e o SAC diz ser com a loja física, abri um chamado que deveria ser retornado em 72hs, mas faz 1 semana que aguardo resposta. Atende do SAC zero cordial. Quem sabe por aqui solucionam!

Amanda Godoy · 5 de março de 2019 às 18:16

Péssimo atendimento

Severina Alves · 28 de fevereiro de 2019 às 12:31

Estou tentando pegar medicamentos de uso continuo para pressão alta e diabetes na Drogaria SP desde dia 20/02/2019(Carapícuiba), sempre que chego a farmácia o sistema não está funcionando, o que faço? com quem reclamar? São remédios gratuitos. Parece ter uma má vontade em atender o pessoal que pega esses remédios gratuitos.

Arnaldo leonardi · 26 de janeiro de 2019 às 22:49

Fui da drog. Sao paulo shoping sta cruz dia 25 p.p. Levei receita para obter med. popular Enalapril
Fui atendido carimbaram minha receita para entrega gratis (popular) tive um problema pois o meu
Medico datou a receita dia 26. Logo tinha razao a atendente por nao poder me atender.. Voltei dia
Seguinte dia 26 e atendende de nome Maria que se identificou como gerente nao aceitou devido
0 medico nao colocar quantidade diaria a tomar, fiquei sem poder tomar o medicamento com
a presao arterial alta 18×12 fiquei nervoso e rasguei a receita na cara dessa atendende, fui ao hospital
Medicado e me aconselharam a reclamar com o ministerio da saude nas quais fiz o relato. Nao existe
Obrigaçao o medico mencionar quantas capsulas por dia. Tomo 2 nunca tive esse tipo de problema
Mas afetou minha saude por essa burocracia idiota. Conclusao : acionei o Idec expus o caso e estao
Tomando as providencias no caso. Era cliente, deixo de ir a essa loja. Nunca mais.

Fernanda Martinez · 23 de janeiro de 2019 às 18:27

ATENDIMENTO PÉSSIMO E DESRESPEITOSO na unidade da Av. Rebouças, em São Paulo.
Estou grávida e, mesmo tendo uma lista de compras pra fazer na farmácia, a gerente me negou acesso ao banheiro. Praticamente implorei para usar e ela disse que ali não era local público. Uma falta de empatia, educação e generosidade sem tamanho. A rede perdeu uma cliente.
Fica aqui a minha indignação. Nunca fui tratada tão mal.

joao alberto · 21 de janeiro de 2019 às 23:49

A Drogaria SP tem um ótimo atendimento aqui na Bahia porem visitando uma na orla em Piatã se não me engano perto a um posto de combustível Shell, onde me senti chateado, a loja com vários funcionários e só um rapaz atendendo sozinho, e umas quatros meninas numa sala conversando e dando risadas, o rapaz atendendo sozinho a fila no balção crescendo e ninguém veio atender somente o rapaz atendeu todos no balção, me senti incomodado ainda conversei com o atendente no balção que por sinal muito educado, parabenizo o atendimento dele, pois foi bem ágil, porem nada a fazer ele tinha, não vi 0(a) gerente na loja, isso pela manha, uma loja boa porem os funcionários devem ter um bom treinamento, procurei o farmacêutico, e a mesma também se encontrava na sala o rapaz quis ate chamar porem falei que não era para chamar pois iria reclamar .
cade as diretrizes da farmácia?
uma Vez fui a noite o mesmo ocorrendo so que tinha dois no Balção um moreno baixo e o farmacêutico no intervalo o atendente falou que tinha um(a) gerente farmacêutico porem estava nos fundos da loja esperei cerca de 30 minutos fazendo compras na loja, porem não nenhum responsável!
essa farmácia ja foi boa olha que o publico da mesma é bom pois estão perdendo clientes.

angela · 6 de janeiro de 2019 às 07:52

Fui até a loja drogaria São Paulo do shopping osasco Plaza no calçadão de osasco comprar filtro solar porém antes de chegar ao corredor uma senhora ( farmaceutica? Gerente?)Que se encontrava no balcão gritou o nome da atendente bem alto e sitou pra ela ir ao corredor que eu estava e ficar de olho. Me senti humilhada sai de lá chorando por me confundiram com uma criminosa e a atendente fez questão de me acompanhar a te a rua pra ter certeza de que eu não estava roubando, fiz questão de comprar e usei meu cadastro pra provar que não era criminosa mais foi humilhante.

Gerson · 3 de janeiro de 2019 às 11:55

Vocês precisam dar mais qualidade no atendimento funcionários muito mal educados totalmente despreparados para lidar com o público não volto nunca mais em uma loja da rede principalmente na loja do bairro do limão-sp e por favor parem de mandarem email

Fernanda Lopes · 17 de dezembro de 2018 às 01:39

Sou cliente há um bom tempo da Drogaria São Paulo da cidade de Caçapava, e desde então observei que os aparelhos de ar condicionado são os mesmos, velhos, estragados, obsoletos, nunca foram trocados e atualmente mal funcionam, pois na quinta-feira dia 13/12/18 dentro da loja estava tão quente que uma cliente se sentou ao chão passado mal. No crachá dos funcionários reparei que tem um broche escrito “atender bem, faz bem”, mas como ele vai fazer isso, não que não estejam fazendo pelo contrário atendem realmente bem, no entanto nos seus semblantes só é possível observar o cansaço, o desânimo, a apatia causada pelo calor extremo da loja. E para nós clientes, por muitas vezes, acabamos indo embora por não suportar o calor, principalmente quando estamos com nossos pais ou nossas crianças. E conforme me informei com a vigilância sanitária os medicamentos devem ser conservados entre 25º à 30º C e com certeza na loja a temperatura já superou esta marca, então será estamos comprando medicamentos inviáveis e não confiáveis em qualidade para nosso consumo? Inclusive perguntei para os funcionários que sempre estão “molhados em suor” se o ar condicionado que está ali atrás do balcão funciona quando percebi que não estava ligado, assim como o aparelho à direita da entrada da loja que está sempre desligado, e ao que parece está queimado. Não é possível que a empresa não perceba ( não é preciso ser engenheiro elétrico para saber) que estes aparelhos velhos demandam um consumo absurdo de energia elétrica sem ao menos resfriar o ambiente e que o investimento em aparelhos mais modernos diminuiriam o consumo elétrico e resolveriam o problema de superaquecimento da loja. Como pode um empresa do porte e de nome como a drogaria São Paulo ser tão irresponsável, tão relaxada e tão mesquinha em não tomar providências com algo tão necessário tanto no âmbito comercial que são os clientes, como no âmbito pessoal que são seus colaboradores, como no âmbito profissional que são a qualidade dos seus medicamentos e no âmbito social que é a sustentabilidade não praticada por consumir inutilmente tantos Kilowatts-hora de energia com aparelhos velhos e inúteis. Espero que a empresa resolva esta situação tão desagradável literalmente falando. Não aguento mais ficar na fila passando mal de calor para esperar por atendimento.

silvia · 14 de dezembro de 2018 às 09:01

Drogaria são paulo l… de atendimento , não entregam direito pedido , desrespeito com cliente
tomem providencias

silvia · 14 de dezembro de 2018 às 08:54

Drogaria são paulo é pessima , entrega vem faltando o Sac não atende , o site não funciona , não tem com quem falar cai a linha , desrespeito total com cliente não comprem

Vanessa de Oliveira · 5 de dezembro de 2018 às 13:37

Sou cliente da Drogaria São Paulo Av. Nova Cantareira 428, dia 04 de dezembro, onde fui mal atendida por volta 16 horas até 18 horas para buscar o medicamento, tinha idosos sentados aguardando ser atendido, atendentes conversando e nenhuma pessoa no caixa. Quando chegou a atendente exigiu de mim o número do plano de saúde dizendo que não poderia ser atendida pois eu não tenho convênio e não poderia vender a mercadoria, simplesmente acabei indo embora sem comprar o medicamento, a funcionária gritou comigo dizendo se não tem o plano de saúde não vamos vender para senhora, sendo mal criada comigo. Saímos revoltadas com atitude da funcionária. Nunca fui mal atendida e outras farmácias da rede, somente neste local. Esperamos alguma atitude em relação a esse episódio.

Grata pela atenção

Gerson foltram · 4 de dezembro de 2018 às 14:28

Atendimento da drogaria sp do eden é péssimo

Jose Roberto · 23 de novembro de 2018 às 14:03

Boa tarde!! Não restam duvidas que a gente procura um medicamento e encontra.Preços razoaveis no entanto vc se sente uma pessoa que ao entrar na loja vai roubar os produtos (em todas as lojas) Pois sempre tem alguem te seguindo.As vezes de proposito mudo de corredor e ele muda tambem e lá está ele vigiando.Gente vamos tomar cuidado com este procedimento pois como trabalho com a imprensa qualquer dia vou gravar e divulgar mas espero não ter que fazer este tipo de coisa. Qualquer pessoa do Sac ou mesmo Ouvidoria façam este teste vestidos normal sem qualquer identificação da DSP.

Marcel · 18 de novembro de 2018 às 22:19

Drogaria SP age com desrespeito total com o cliente. Após ver que a empresa trabalha com a possibilidade de retirada nas lojas das compras feitas no site, perdi um tempão pesquisando os remédios e quando fui concluir a compra, não aparece nenhuma loja para retirada, em lugar nenhum. A retirada na loja é uma propaganda enganosa, porque em lugar nenhum do site constam as lojas que permitem a retirada. Liguei na loja mais próxima e me disseram que não trabalham com retirada e nem sabem quais lojas participam. Se não querem implementar as vendas on line com retirada na loja, melhor eliminarem o programa, e evitar enganar e perder clientes.

Sinaia O. Simoes · 30 de outubro de 2018 às 13:44

A Drogaria SP não tem respeito algum pelo cliente! Estou tentando receber um medicamento comprado ontem mas nem o SAC atende…

    jorge lima dos santos · 24 de janeiro de 2019 às 08:52

    A BRASTEMP
    Em 02/09/2015 comprei uma geladeira inversa da Brastemp por considerar que a marca era sinônimo de qualidade, mais quando foi em novembro de 2018, ou seja, com três anos a geladeira deu defeito do nada, chamei alguns técnico e constataram o defeito e me disseram não posso mexer pois essa geladeira foi feita pra durar somente três anos, pois duvidei uma empresa com nome no mercado e uma geladeira tão cara e mais a resposta foi não posso mexer pois ela saiu de linha e não encontramos peças para ela ,o senhor vai ter que ligar pra Brastemp e pedir o técnico deles, assim fizeram OC n° 7008034268 de 28/11/2018 paguei pelo conserto 950,00 ( novecentos e cinquenta reais) um mês depois deu o mesmo defeito chamei a assistência pois se encontra em garantia do serviço no dia 16/01/2019 só fui atendida em 22/01/2019 e não ficou gelando como devido em 23/1/2019 chamei novamente que marcou para 25/1/2019 , venho com essa informar como estou me sentindo insatisfeito com esse produto, e pra completa a assistência disse que não pode entender a garantia que a empresa só e mesmo três meses, mais não e a lei, solicita a troca do produto pois fui enganado pela Brastemp.
    Caso contrario irei procurar meus direito na justiça, pois eu acredito na justiça.
    Jorge lima dos santos
    CPF 930267907-10

      Regiane Santos · 17 de fevereiro de 2019 às 19:56

      Estive na Drogaria SP, Ataliba Leonel – Santana em 16-02-2019, um tanto quanto perdida para procurar os produtos para curativos, dor etec…para meu esposo, que sempre são comprados por ele mesmo, que tem convênio com Notre Dame Intermédica, que adquiriu por trabalhar na empresa Leroy Merlin – Marginal Tietê e obtém alguns descontos por isso. Enfim, acredito ser o “Gerente”, nome João, muitíssimo atencioso, me auxiliou muito na compra e comparação de valores / descontos. Quero agradecer novamente, parabenizar pela competência e pela atitude. Muito satisfeita! Gostaria muito que esse elogio chegasse a ele para que nunca deixasse de ser essa pessoa diferenciada e atenciosa. Gratidão é palavra de ordem em minha vida, deveria ser assim para todos.

        Lauro henrique · 20 de fevereiro de 2019 às 13:03

        Vcs precisam abrir uma loja no bairro fundação em são caetano do sul,a mais proxima de vcs é na rua manoel coelho cerca de 30 minutos de distância, fundação é um bairro de muitos habitantes e só tem uma drogaria ,por favor reavaliem o baiiro e verão que ha cientes sobrando.
        Haaa, agradeço uma comissão ok
        Porq sei que vcs terão otimos lucros
        Obrigado

        Lauro

    Patricia · 15 de maio de 2019 às 12:49

    Agora imagine pelos funcionários, sinto em dizer sou funcionária e esse atendimento na maioria das vezes é um reflexo do respeito da própria empresa com seus funcionários. Espero ter sido clara.

      Pedro · 16 de maio de 2019 às 00:26

      Uma reclamação da drogaria São Paulo de Jacareí, localizada no bairro São João.
      Sou cliente continuo da drogaria, e por inúmeras vezes vi a gerente e farmacêutica cujo nome Taiane, tratando seus funcionários de tal maneira q eu me sinto mal só de estar perto. Acredito q vcs priorizem o bom trato com os funcionários tbm.
      Pelo q eu já presenciei, um de seus funcionários já quase chegou a chorar por causa dela, ela trata como se fosse um ser humano superior, e por conta de não querer mais ver atitudes assim eu evito de comprar na drogaria São Paulo perto de minha casa, compro.na droga Raia, droga 15. Qualquer outra somente para não presenciar tal ato dela. Fica aqui minha indicação por essa sua sub gerência…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *